“O Colombiano”

Querido diário…

Eis o meu segundo cliente na Red Week de junho. Sim, ainda estou postando sobre encontros que ocorreram há dois meses! 😬 Clientes que vieram bem depois disso, peço que tenham um cadinho de paciência, irei escrever sobre vocês também! 😏

Combinamos no Lido, suíte 116. Meu primeiro colombiano! 😍 Sequer falava meu idioma, ainda bem que o espanhol costuma ser fácil de entender rs. Ele veio para o Brasil por conta dos jogos da Copa das Américas e aproveitou a oportunidade para me conhecer. ❤️ Não perdemos tempo e, após as devidas apresentações, começamos a nos beijar. Durante os beijos, roupas foram saindo e apesar de termos combinado previamente que eu lhe faria uma massagem, ele quis fazer em mim também, antes mesmo que eu fizesse nele. Que delícia! 🙌🏻

Me deitei de bruços e fui agraciada pelas carícias das suas másculas mãos no meu corpo. Após algum tempo me virei de frente, sendo recompensada pela visão dele em cima de mim, associada ao seu toque. Tudo muito gostoso. Depois foi a minha vez de lhe massagear, porém, seu menino demorou a endurecer durante a massagem tântrica. Intercalei com sexo oral para que ele ficasse no ponto (impressionante como cresceu bastante depois de duro rs 😯) e quando isso aconteceu, foquei ainda mais na massagem, até ele gozar nas minhas mãos.

Após ele atingir o orgasmo, checamos o horário e estava dando a nossa 1h juntos certinho. Logo depois fomos no banhar e antes que ele partisse, fez uma gentil observação. Ele disse:

– Você é diferente das meninas que eu já saí.

-Na aparência ou no jeito? – Perguntei curiosa.

-Nas duas coisas… Você é bem namoradinha… e isso é um perigo…

😈😈😈😈😈😈😈

Quem já saiu comigo concorda?? 🤔 Estou curiosa! 😜 Rs.

3 comentários em ““O Colombiano”

  1. Perigo Total!! 🚨
    Seu jeito namoradinha somada à sua total entrega deixa qqr um babando. Vc sabia que todo homem é carente e tem o ego massageado quando tem uma mulher se
    Entregando com vontade ? Aí que mora todo o perigo! Hahah

  2. Olha Sara, esse seu jeito de namoradinha tem um perigo que se encaixa perfeitamente na parte de certa letra que diz “quando dei por mim, nem tentei fugir, do visgo que me prendeu..” E isso é perigoso…e viciante (nosso repeteco vai sair, ah, vai!)😘

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.