Cliente 172 – “O Bruto”

Quarto 177. Era para o encontro ter sido de 1:30 mas como me atrasei, reduzimos para 1h, 😔 o que a princípio ele não quis (preferia marcar uma nova data com mais tempo), mas cedeu por eu já estar na metade do caminho. Entrei pedindo mil desculpas e fui tomar um banho rápido (não tinha ido de casa). Quando voltei para o quarto, fui para a cama, peladona, já beijando ele. Após alguns beijos, desabotoei sua camisa e calça.

Mais beijos, até que comecei a te chupar. Depois voltamos aos beijos, e então quis me chupar também. Foi a partir desse momento que me dei conta que ele era um pouco bruto. Pois antes de me chupar, passava o dedo na minha xana grosseiramente, e uma hora com nossos corpos de lado, acabou espremendo meu seio direito com o seu braço ao se virar (e nem percebeu haha).

Quando estava me chupando, pressionava tão forte sua mão na minha barriga, que chegou a me incomodar um pouco, pior ainda quando passou a colocar peso na sua mão sobre o meu quadril. Teve uma hora que não teve jeito, e sem dizer uma palavra, levantei uma de suas mãos e troquei de lugar rs. Sua chupada também foi ficando mais gostosa com o tempo, mas ainda assim não consegui gozar.

Daí pedi por 69, mas não fizemos de imediato, voltei a chupar ele sozinha – estava ajoelhado sobre a cama – e só então fomos para o 69. Surpreendentemente ele gozou assim (me avisando antes, para que eu substituísse pela punheta). Daí peguei o papel, o limpei e então continuamos deitados. Depois ele virou o corpo preguiçosamente deixando as costas para cima, e entendi que talvez seria uma boa lhe fazer uma massagem. Comecei a fazer sem que nenhum dos dois precisasse falar algo a respeito e ele pareceu gostar.

Após um tempo de massagem, voltou a deitar de barriga para cima, e continuei massageando seus ombros e tórax. Depois me puxou para mais beijos, ao mesmo tempo em que mexia no seu pau, o reanimando. Às vezes ele parava de me beijar e olhava para baixo, como se dissesse: “Você não vai chupar?” O que procurei ignorar, pois caso ele não lembrasse, ainda não tinha lavado o pau gozado.

Depois de umas 3X com ele fazendo isso (pausa nos beijos e olhares furtivos para seu pau), perguntei se ele não queria passar uma água, para eu chupar de novo. Ele respondeu que queria transar. Levantei e fui pegar a camisinha. Encapei, passei um gel e fui por cima. Cavalguei por um tempo, até que pediu para eu ficar de quatro. Mais um tempo assim, bombeou bastante, mas não gozou e disse que já estava bom.

Rapidamente foi se banhar, pois tinha reunião e o tempo já estava encerrando naquele momento. Primeira vez que vejo um cliente interromper a transa no exato minuto em que o tempo acaba rs. Foi embora antes de mim.