Alto Astral

Cliente 134 – “O Alto Astral”

Após duas remarcações, finalmente esse encontro saiu! Quarto 130. Ele já aparentava ser bonito pela foto do whats, mas para minha sorte, pessoalmente era ainda mais! 😁 Esse vou até descrever pois fiquei realmente impressionada com sua aparência. Corpo malhado, jovem (mesma idade que eu), e seu rosto era uma mistura de bebê com homem, muito lindo. Não que eu seja fã ou prefira homens malhados e com músculos, mas convenhamos que chama a atenção rs. Quando começamos a conversar, acrescentou que estava há oito meses sem transar (devido ao seu trabalho) e quase não acreditei. Oito meses?! Fala sério, devia chover muita mulher na horta dele! Rs.

Ele me recebeu sem camisa, e após eu chegar foi tomar banho. Quando voltou, conversamos brevemente, até que nos beijamos. O beijo não encaixou muito bem, devo confessar, ele beijava muito rápido, e eu me esforçava para acompanhar rs. Depois de um tempo nos beijando sentados lado a lado, sugeri de deitarmos na cama direito, e me deitei por cima dele, ainda o beijando e roçando meu corpo no seu pau. Vez ou outra ele dizia que estava quase gozando só com aquela esfregada, o que me fez repensar que talvez fosse mesmo verdade que estivesse em abstinência por todo esse tempo rs.

O chupei um pouco, antes de transarmos, mas como diversas vezes ele pedia para eu desacelerar por estar quase gozando, encapei e fui logo por cima, pois também estava bastante excitada e queria sentir ele por dentro de mim. Gozei me masturbando enquanto cavalgava, pouco depois ele gozou também. Depois fizemos uma merecida pausa.

Após um tempo de conversas, voltamos a nos beijar, e logo seu pau ficou duro de novo! Ele já tinha o lavado e voltei a chupar. Quando encapei, percebi que ele não ia se mexer, mas como também gosto do cara por cima, perguntei se ele viria por cima dessa vez, ao que ele concordou. Começou a bombear mas não estava legal, ele não metia com aquela determinação, sabe? Vendo que não estava fluindo muito bem, sugeri frango assado, e lá fomos nós para a beirada da cama, até colocamos um travesseiro debaixo da minha cintura, mas ainda assim a foda não estava legal. Acabei desistindo e falei para me deixar ir por cima mesmo, gozei assim.

Depois ele disse que queria me pegar de quatro, duvidei que fosse dar certo, já que nas posições mais fáceis ele não conseguiu dominar, mas não questionei e obedeci. No entanto, como eu já esperava, não vingou rs, ele se cansou e então fizemos uma nova pausa.

Daí começamos a conversar em inglês! 😃 Quando ele deixou escapar que sabia inglês, me empolguei e sugeri de praticarmos, porém dessa vez eu que fiz feio rs. Ele falando parecia aqueles locutores de trailer de filme internacional! Não só falava, como também interpretava! Fiquei com os olhos brilhando assistindo sua performance. Como conseguia ter uma pronúncia tão perfeita? Parecia até um americano! Meu inglês não deve ser tão ruim, pois consegui entender quase tudo que ele dizia (exceto quando ele estava falando a sinopse detalhada do filme Senhor dos Anéis rs), mas a minha pronúncia ele avaliou como “brasileration” rs, e realmente, perto dele deixei muito a desejar. Foi nesse momento do encontro, que vi o quanto ele era uma pessoa pra cima, alto astral, engraçado; Me fazia rir o tempo todo! Vários adjetivos cairiam bem para defini-lo. Poderia não ter muita habilidade em conduzir uma transa, mas possuía outras qualidades, que também são muito importantes: Bom humor, simpatia, e por aí vai…

Depois de muitas risadas, ele voltou a me beijar e mudando da água para o vinho, perguntou se eu não faria um boquete nele, para que gozasse também. Até me espantei com a rápida mudança de assunto rs, mas respondi que era “pra já”, e lá fui eu. 😋 Chupei bastante empenhada, mas como estava difícil dele ter a segunda gozada, foquei na punheta, até que deu certo hehehe. Quando saímos do hotel, ele me ofereceu carona até o metrô, e andamos um pouco até o estacionamento onde estava seu carro. Gostei muito! Espero que haja repetecos! 😋