Cliente 16 – “O Dominador”

Eu e esse cliente nos falávamos apenas por torpedo. Não sabia sua aparência, apenas sua voz (pois me ligou certa vez), sua descrição (conforme havia me falado) e sua idade (49). Agendamos com uma semana de antecedência e no dia seguinte ao agendamento ele me mandou um “7”. Achei aquilo estranho, perguntei do que se tratava, mas ele não me respondeu. No outro dia me mandou um “6” e foi então que caiu a minha ficha: ele estava fazendo a contagem dos dias! Achei interessante, pois mostrava que estava realmente empolgado para me encontrar! Trocávamos mensagens de vez em quando e ele teve a audácia de me desafiar a ir encontrá-lo usando apenas o vestido sem nada por baixo! Nem calcinha ou sutiã! 😮 Aceitei e me impressionei por ter gostado de me sentir “livre” rs. Enfim o dia chegou! Sexta-feira, quarto 150. Assim que abriu a porta pude vê-lo por completo. Estava totalmente nu, sem nenhuma inibição! Mal terminei de dizer “oi” e ele já começou a me beijar e arrancar minha bolsa do ombro. Me prensou contra a porta e levantou meus braços acima da minha cabeça os prendendo ali, me senti no filme “50 Tons de Cinza” hahaha. Tivemos um grande jogo de sedução, pois ele dominava e só falava comigo cochichando, totalmente insinuante. Após me beijar daquela forma, mandou que eu ajoelhasse e quando fui pegar no seu pau para chupar ele disse: “quem mandou você chupar?” bem mandão! Perguntei se ele não queria, e ele disse que eu tinha que fazer por merecer! Hahaha. Respondi que merecia sim e ele concedeu que eu chupasse. Super bem dotado! Coitada de mim!! Rs. Após pouco tempo o chupando, ele me levantou, me pegou no colo, me sentou na beirada da mesinha que havia no quarto e começou a me chupar! Que delícia!!! Chupava muito gostoso e quase gozei. Após interromper sua chupada mandou que eu ficasse passando seu pau na minha boceta. O obedeci e conforme ia esfregando a cabeça do seu pau no meu clitóris (que já estava em ponto de bala após seu delicioso sexo oral) acabei gozando assim!! Hummm! Depois que gozei me pegou no colo novamente e me levou para a cama. Começamos a nos beijar e dar uns amassos. Chupou meus seios e o chupei novamente. Ficamos um bom tempo nessas preliminares até que resolvesse me comer. Quando fomos transar, desenrolei a camisinha no seu pau e me preparei para ir por cima, mas quem disse que consegui?! Seu pau era muito grosso e eu estava tendo dificuldades para enfiar! Rsrs. Ele vendo minha aflição me pediu que deitasse e veio gentilmente por cima.

Transa Homem por cima Dominador

Ai que delícia!! Se por um lado foi difícil para entrar, depois que entrou me senti totalmente preenchida! Cada movimento eu sentia muito bem ele dentro de mim! Ele me comeu por bastante tempo assim no papai e mamãe, eu comecei a me contorcer embaixo do seu corpo de tanto tesão, até que nossos corpos ficassem molhados de suor. Ar-re-ba-ta-dor! Variamos as posições, me pediu que cavalgasse sentada de costa para ele, me pegou de quatro, de bruços, me colocou de pé em frente ao espelho vindo por trás bem gostoso, sempre cochichando sacanagens e elogios. O que me desapontou é que ele se cansou e não gozou, me deixando com aquela impressão que não estava tão bom para ele. 🙁 Nos deitamos e enquanto se recuperava me pediu que falasse de mim. Conversamos bastante. Ele me elogiou muito, dizendo: “onde você estava todo esse tempo?” e “você sabe que você é especial” uma gentileza sem fim! Gostei demais!! Muito bom quando somos bem tratadas por um homem, independente se somos GP ou não. Após conversarmos, ele quis gozar na punheta. Perguntei se ele queria mesmo gozar daquela forma comigo ali pronta para foder, mas ele disse que sim, que queria jorrar sua porra na minha pele. Gozou na minha barriga próximo ao seio. Enquanto íamos tomar banho, me entregou uma caixa de chocolate da Kopenhagen que trouxe para mim! E olha que até hoje não consegui terminar de comer os chocolates que ganhei do cliente 3! Hahaha. Mas adorei o carinho, devo ressaltar inclusive que em 23 anos de vida, nunca comi um chocolate da Kopenhagen antes! 🙂 Fomos juntos até a recepção e durante a caminhada pelos corredores entrelaçou seus dedos nos meus e seguimos andando como se fôssemos namorados. Perto de chegar na recepção parou para me dar um beijaço de despedida, onde até a funcionária do hotel passou olhando!

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.