Cliente 36 – “O Agradável”

Esse cliente era da Alice e através dela quis sair comigo, e por ser um cliente confiável e já “conhecido” aceitei irmos em seu carro e fomos para um motel de sua escolha. Nos encontramos em Santana. Passei a catraca e fiquei lhe aguardando ainda dentro da estação. Se atrasou alguns minutos. Quando ele veio andando na direção da catraca nos olhamos meio inseguros, eu já tinha visto sua foto pelo whats, mas pessoalmente (na grande maioria das vezes) a foto é um pouco diferente da realidade, e com ele foi assim, o achei um pouco mais velho que na foto, mas ainda assim bonito, um pouco mais baixo que eu, moreno, corpo atlético, 38 anos. Quando nos olhamos eu sustentei o olhar para que soubesse que era eu, mesmo que eu mesma tivesse dúvidas se era ele rsrs. Ele veio até mim e ainda enquanto se aproximava, disse: “Sara?” e eu: “eu mesma rs”. Nos cumprimentamos com um rápido selinho e fomos andando até seu carro. Ainda enquanto estávamos saindo da estação, ele exclamou: “que bonita!” Sorri feliz e aliviada por ele ter gostado de mim. 🙂 Seu carro estava bem longe, e andamos algumas quadras, se fosse outro cliente eu já iria ficar com o pé atrás, mas ele tinha boas recomendações pela Alice, então confiei (ele explicou depois que não era permitido estacionar próximo da estação). Durante o percurso até o motel conversamos bastante e pude perceber que ele era muito inteligente, mas ao contrário do meu cliente 34 (que também era muito inteligente) ele não tinha uma forma prepotente e autoritária de se comunicar, muito pelo contrário, possuía simplicidade e falava dos seus feitos com humildade, o que me encantou, não gosto de homens que se acham o tal fazendo com que a garota se sinta inferior, ele era o total oposto disso.

Fomos até um motel muito bonito na Barra Funda, um que eu já tinha ido inclusive. Quarto 11, possuía dois andares e era muito bonito. Assim que coloquei minha bolsa na mesa, não perdemos tempo e já subimos para o quarto, ele ligou o som e teve a gentileza de perguntar qual a minha preferência de estação, escolhi a Mix (106.3) que depois ele revelou também gostar. Começamos a nos beijar e ele dizia que eu era do jeitinho que ele gostava, fazendo com que eu me sentisse cada vez mais a vontade. Nos deitamos na cama (ambos ainda de roupa) e fui despindo ele aos poucos, quando tirei a sua cueca me surpreendi em como seu pau estava cheiroso! O mais cheiroso que já chupei em 2 meses de programa! Acho que a cueca devia estar com forte cheiro de amaciante também, pois não soube identificar que cheiro bom era aquele, mas que vinha da sua pele, até comentei na hora: “nossa que pau cheiroso” e ele meigamente disse que tinha feito “tudo aquilo” para mim. 🙂 O chupei por um tempo (seu pau também era uma delícia) e me revezava entre chupá-lo e beijá-lo. Quando comecei a me despir, fiquei em pé na frente dele em cima da cama e tirei minha calcinha devagar (tentando ser sexy hahaha), e logo quando voltei para beijá-lo, ele ficou roçando seu pau na minha boceta, percebi que ele sentia grande tesão nisso. Durante os beijos e amassos ele disse que queria me chupar também! Hummmm, me deitei e ele começou beijando minhas pernas, passando a língua em volta da minha xana, até que finalmente me chupou no clitóris, ai que delícia!! Sua chupada estava muito gostosa mas ainda assim faltava algo para me levar ao clímax, então pedi que me dedasse também, quando ele o fez… nossa que gostoso!! Depois que gozei ele voltou a roçar seu pau na minha xana e em determinado momento falei para colocarmos a camisinha. Ele me comeu gostoso no papai e mamãe, metia em uma velocidade contida, estava muito gostoso mas eu gosto quando metem rápido (acho que todo mundo gosta rs) então após um tempo pedi que metesse com força, ele acelerou nas estocadas e obviamente como estava muito bom, logo anunciou que iria gozar. Hummm adoro ver um homem gozando, ele começou a grunhir enquanto o orgasmo se aproximava, até que após mais investidas rápidas e fundas, gozou deliciosamente. E quanta porra! Rs. Me surpreendo com a quantidade de produção de porra desses meus clientes rs. Depois ficamos um tempo conversando na cama até que fomos tomar uma ducha juntos. Quando voltamos do banheiro, convenientemente estava começando a tocar a música da Ludmilla “Hoje” e ele todo sensual veio me abraçando de novo cantarolando “é hoje” rs. Correspondi ao seu abraço e voltamos a nos beijar. Ele era todo gostosinho no jeito de me pegar, de me beijar, sabia tratar bem uma mulher, voltamos para a cama e tivemos mais uma sessão de oral nele. Após um tempo ele voltou a roçar o pau na minha xana, até que resolvemos meter de novo, dessa vez eu que fui por cima. Cavalguei por um tempo até que senti seu pau amolecer, perguntei se ele tinha gozado, ele explicou que não mas que tinha segurado tão forte pra não gozar que acabou sendo forte demais rs. Sendo assim, tirou a camisinha e voltamos as preliminares, ele voltou a esfregar seu pau na minha boceta e conforme ele roçava a cabeça no clitóris, foi me dando um tesão absurdo e acabei gozando assim. Após eu gozar ele colocou outra camisinha e me pediu para ficar de quatro! Ai que delícia adoro ser comida de quatro também!! Ele começou a meter já rápido, e puta que pariu como estava gostoso!!! Deu umas boas estocadas até que começou a grunhir, dando sinais que ia gozar de novo, e assim foi, gozou bem gostoso comendo minha bocetinha! 😛

Nos deitamos e pude perceber que mesmo sendo a segunda transa, novamente saiu bastante porra. Hehehe. Pedimos uma pizza e fomos tomar outro banho juntos. Quando a pizza chegou (meia calabresa e frango com catupiry) comemos no andar de baixo, na mesa que ali possuía. Conversamos bastante durante a refeição, não me cansava de conversar com ele e nem mesmo fiquei sem assunto, é muito bom quando a pessoa possui simplicidade, pude ser eu mesma sem me sentir reprimida em nenhum aspecto. Ao ir embora pedi que me deixasse na estação em que pego minha condução. Bommmmm demaaaais!! 🙂

Um comentário em “Cliente 36 – “O Agradável”

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.