Cliente 56 – “O Carioca”

Tínhamos marcado uma vez, mas eu precisei desmarcar, e como ele ia fazer uma viagem, demorou alguns dias para me contatar de novo. Marcamos e devo confessar vergonhosamente que me atrasei quase uma hora!! :'( Ele foi muito paciente, mas me senti mal por mim também, pois além de causar má impressão, também chegaria atrasada na faculdade. Mas vamos ao relato!

Quarto 112. Gatissimo!!! Pela foto ele parecia ser mais velho e me espantei com a delícia que abriu a porta para mim! 29 anos, bem branquinho, olhos cor de mel, dentes branquinhos, era todo perfeitinho! Pedi miiiiiiiil desculpas pelo GRANDE atraso (cheguei 40 minutos atrasada), e ele todo sorridente e educado, disse que tudo bem, que aproveitou para comer enquanto estava no quarto, pois teria que ir para uma reunião de quatro horas logo em seguida, e que não teria tempo para comer depois. Logo que começou a falar percebi que não era daqui, e ele revelou que era carioca, mas que morava em São Paulo, que sotaque gostoso! Demos o primeiro beijo de pé, e depois se deitou. Ele gostava muito da coisa, não ficamos de namorico não, demos muitos amassos fortes, isso sim! Ficou sentado comigo sentada em seu colo, me encoxando bem forte, depois começou a chupar meus seios e logo foi para a minha xana, me chupou um pouco e começou a me dedar! Enquanto ele me dedava procurei seu pau com a mão e quando percebi que estava “meia bomba”, pedi para me deixar endurecê-lo na boca, ele gostou do que ouviu e logo se deitou para que eu pudesse chupá-lo. Seu pau também era muito lindo, parecia de ator pornô rs, bem branquinho, com a cabeça bem rosinha, e “levemente” pausudo rs. Comecei a chupá-lo e conforme foi crescendo, foi ficando cada vez mais difícil engolir até o final rs, ele gostava muito de putaria, começou a empurrar minha cabeça de leve, e me deixou bastante tempo o chupando, entre as idas e vindas até minha garganta e as ânsias que acabam dando quando o pau é grandinho na boca, meus olhos começaram a lacrimejar e o nariz ficar com coriza, quem é mulher sabe o que quero dizer rs, fica parecendo que estamos gripadas, mas não é rs. Subi até a superfície duas vezes para me recompor e na segunda vez, ele perguntou se eu tinha camisinha, desci da cama toda bamba para ir pegar na bolsa e voltei. Coloquei a camisinha no seu pau e começamos com ele me comendo por cima! Metia com força e bem fundo, faminto! Ficamos muito tempo nessa posição, estava uma delícia! Eu comecei a me contorcer enquanto ele metia, acompanhando seu ritmo também, até que depois de um tempo… trocamos de posição! (Achou que eu ia dizer que ele gozou né? Kkkkkk) Me colocou de lado e ficamos mais um tempão nessa posição!! Depois me pegou no frango assado, e nesse hora tive que pedir para ir com calma, pois seu membro não era “levemente” pausudo afinal, e quando ele metia fundo com força, senti um desconforto com a profundidade, ele todo compreensível foi mais cuidadoso e disse com aquele sotaque sexy: “desculpa, esqueci que você é bem magrinha”.

Eu gosto muito de transar, mas quando o pau é um pouco maior que o habitual, e fica muito tempo na fodelança, eu começo a ficar assada e isso faz com que eu seque completamente a minha lubrificação, foi o que começou a acontecer, mas em nenhum momento pedi arrego! Depois do frango assado, me comeu de novo de lado e me pediu para ir por cima um pouco. Minha xaninha já estava ficando mais sensível, e começamos a cuspir sobre a camisinha toda vez que trocávamos de posição. Ele metia demaaaais!! Depois que fiquei por cima (minhas pernas já estavam bambas), ele me comeu de quatro! Senhor amado! Ele era um tesão, mas aquela camisinha já estava seca e minha xana estava se lamentando rs. Comecei a me masturbar pra ver se ajudava, mas não consegui me excitar o suficiente para lubrificar, tava ficando sofrido rs. Não deixei que ele percebesse pois nem eu mesma queria que minha xana tivesse ficado daquele jeito, eu amo dar de quatro, mas quando a boceta já foi muito socada, de quatro acaba não sendo tão agradável assim rs. Para a minha sorte ele já estava um pouco cansado também e voltou para o de ladinho. Enquanto socava, me abraçou como se tivéssemos dormindo de conchinha e perguntou se podia gozar daquele jeito, respondi que sim (aquela altura tudo que eu mais queria era que ele gozasse mesmo, não importava a posição! Hahahaha), quando ele foi gozar meteu bem rápido, e puta que pariu! Por um momento esqueci da xana assada, tinha ficado muito bom metendo rápido daquele jeito!! Mas não deu para aproveitar muito, pois logo gozou. Quando ele tirou seu pau, se eu pudesse assoprava a minha xana! Kkkkkkk.

Ficamos um tempo deitados conversando e ele me falou um pouco da sua vida. Depois pedi licença para beber uma água que minha boca estava seca (ando com garrafa de água na bolsa) e nisso ele deve ter entendido que eu já queria ir, e foi tomar banho, depois eu fui e como estávamos no tempo certo, me arrumei sem pressa. Desde quando cheguei meu cachê já estava na mesa, e ele perguntou se eu ficaria chateada dele sair antes, pois teria que correr para a reunião, respondi que não e deixei que partisse. Dessa vez ninguém da recepção ligou no quarto. Bom… O que posso dizer dele é “Uau” realmente acabou comigo rs.

Um comentário em “Cliente 56 – “O Carioca”

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.