Cliente 107 – “O Cristão”

Após o chinês ter me rejeitado. Não perdi tempo e já mandei mensagem para esse outro, que tinha pedido para o mesmo horário. Aguardei alguns minutos, numa lanchonete próxima, enquanto ele se encaminhava para o hotel.

Quarto 138. 31 anos, mas com carinha de 25. Logo de cara demonstrou gostar muito de mim, me deixando aliviada pela aceitação. Nos cumprimentamos com selinho e quando o abracei, senti sua roupa encharcada de suor, rapidamente ele disse que estava enchendo a banheira, para jogar uma água no corpo.

Estava de social e gravata, era bastante culto e enquanto a banheira enchia, desembestou a falar da sua vida. Garoto prodígio, mesmo com a pouca idade possuía muita bagagem profissional, quando duvidei que tivesse 31, me entregou sua carteira de identidade profissional e novamente me surpreendi, tão novo e já exercia tal profissão. Ele era muito transparente, dizendo nome da empresa ao qual tinha renunciado ao cargo por tal motivo, disse em qual estação do metrô morava próximo, ao final do programa me mostrou até seu facebook! 😱

Determinado momento durante suas narrações, ele começou a falar de Deus e achei aquilo estranho, um assunto que nada condizia com o momento nem o lugar, mas tudo bem. Daí falava sobre passagens da Bíblia, me deixando um pouco constrangida por ter que falar de Deus enquanto eu estava pelada dentro de uma banheira com ele.

Banho mesmo ele não tomou, apenas encheu a banheira e pediu que eu o acompanhasse, daí me ofereci para ensaboar suas costas, já que até então ele só queria me beijar. Apagou as luzes do banheiro e ficamos lá no escuro, nos beijando. O pau dele já estava duro desde o momento em que tiramos a roupa, o que me deixou admirada, já que dificilmente os caras ficam “no ponto” sem estarmos fazendo nada rs.

Depois de um tempo naquela sessão “namoro na banheira”, sugeri de irmos para o quarto, ele aceitou de imediato e então saímos da água. Novamente apagou as luzes, deixando apenas uma neon azul, acesa.

Engraçado que toda vez que começávamos a conversar sobre qualquer assunto, ele se empolgava e não parava mais de falar, quando fomos para a cama foi assim também, como se não se importasse do tempo estar passando, sem que nada estivéssemos fazendo rs.

Voltamos a nos beijar e tudo foi conduzido com muitaaa calma. Ele sentia tesão em esfregar seu pau na minha xana, então toda hora eu ficava monitorando para não encostar a cabeça.

Chupou meus seios de um jeito bem delicioso e foi descendo para minha xana, antes beijando também minhas coxas, estava mesmo muito gostoso. Me chupou por um tempo, depois voltamos as preliminares iniciais. Não me deixou chupá-lo, pois disse que preferia ficar namorando do jeitinho que estávamos fazendo.

Chegou o momento de encapar! Veio por cima no papai e mamãe e como seu pau era grossinho, foi um pouco difícil para entrar. Bombeou bastante, mas não gozou. Daí trocamos de posição, fui por cima e gozei enquanto me masturbava. Depois ele voltou a vir por cima e nessa hora trocamos de camisinha. O segundo preservativo – apesar de ser do mesmo pacote que o anterior – parecia ainda menor e não queria desenrolar até o final – aliás já até comprei camisinhas maiores, para esses tipos de clientes – então, após algumas tentativas sem sucesso, ele preferiu deixar para lá e voltamos a nos beijar somente. Outra vez sugeri de chupá-lo, mas foi em vão, preferiu continuar só de namorico.

Daí acabamos voltando a conversar e quando percebi o clima tinha passado. Foi nesse momento que ele pegou o celular para me mostrar algo no seu facebook e aproveitei para ver a hora. Faltavam 15 minutos para o término (havíamos fechado 1:30) e como ele acabou se distraindo respondendo uma mensagem, falei que já ia tomar banho. Ele apenas se vestiu, pois disse que ia tomar banho na sua casa. Quis me mostrar um texto que escreveu no facebook e enquanto lia, fui me vestindo. Foi embora antes de mim, mas antes falou mais um pouco de Deus, me abençoou e pra finalizar ganhei um beijo na testa rs.

2 comentários em “Cliente 107 – “O Cristão”

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.