Cliente 127 – “O Duro Na Queda”

Quarto 113. Assim que cheguei, ouvi o barulho do chuveiro ligado, e aguardei um pouco até que terminasse. Me recebeu de toalha amarrada na cintura, todo limpinho. Mais um japonês. Me sentei na cama e sem muitas delongas começamos a nos beijar. Daí ele falou que aquilo estava injusto, pois eu ainda estava toda vestida rs, então comecei a me despir, ficando só de lingerie.

Depois falei para deitarmos e continuamos com os beijos. Ficamos um bom tempo assim, até que desceu para me chupar. Chupou por bastante tempo, me fazendo gozar. Depois o chupei também, mas não consegui fazer com que gozasse no oral, como fez comigo. ☹️

Após um tempo voltei a beijá-lo, e achei que já fosse pedir pela camisinha, mas não, sendo assim, acabei voltando para seu pau de novo depois. Enquanto o chupava, pediu por 69, consenti mas não fiquei em cima dele, sugeri de ficarmos de lado.

Quando finalmente falou de encaparmos, começamos a transar comigo por cima, cavalgando. Após um tempo nessa posição, ele veio por cima, e bombeou por bastante tempo também. Quando se cansou, voltei a ir por cima, cavalgando determinada em fazê-lo gozar, mas fracassei, acabei me cansando e trocamos para de lado. Continuou bombeando e nada de gozar, até que seu pau amoleceu. ☹️

Retiramos a camisinha e voltei a chupá-lo, mas estava difícil do menino se animar de novo, daí ele assumiu o controle e começou a tentar reanimar na punheta. Ele ficou bastante tempo se masturbando enquanto eu o beijava. Olha, confesso a você que achei que ele nem fosse gozar, ficou um tempo considerável no cinco contra um, até que finalmente jorrou leite na minha barriga. Ufa! Pelo jeito a culpa não era minha, ele que era mesmo duro na queda rs.

Depois já fui me banhar, tinha dado o tempo exato (fechamos 1:30), ele também tomou um novo banho, e fomos embora juntos até a recepção.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.