Publicado em Clientes Que Gostei!

Cliente 345 – “O Querido Seguidor”

Precisei viajar para o Rio para fazer um Workshop e decidi aproveitar a oportunidade para agendar com esse rapaz, que até então era apenas um seguidor muito querido. Combinamos previamente e ele me buscou no aeroporto. De lá seguimos para um restaurante e conversamos bastante durante o trajeto.

Já no restaurante, enquanto almoçávamos, confesso que me bateu uma dúvida se queria realmente atendê-lo aquele dia. Não por não ter gostado dele, muito pelo contrário, estava sendo legal conhecer alguém que eu interagia há meses pelo Twitter ou WhatsApp. Mas, como eu estava lá por motivos pessoais, me dei conta que não queria misturar uma coisa com a outra. Queria dedicar aquele fim de semana totalmente a mim mesma, sem envolver a “Sara”, entendem?

Cheguei a falar isso para ele, que não sabia se conseguiríamos sair para algo mais depois do almoço e percebi que ele deu uma entristecida, achando que o problema era com ele. Mediante a sua reação, acabei reconsiderando, pois não queria que ele tivesse essa impressão ruim de si mesmo, pois definitivamente não era o caso.

Sendo assim, terminado o almoço, fomos até o local em que eu me hospedaria para deixar as minhas coisas e depois voltamos para seu carro, rumo a algum motel ou hotel próximo. Fiquei um pouco desapontada que, apesar dele morar no Rio, não conhecesse nada de Copacabana, pois fomos parar em um hotelzinho bem fuleiro, pior que o Savoy da Augusta. Achei péssimo, mas relevei pois, segundo me disse, também era a primeira vez que ele pisava ali.

No quarto rolou um pouco de timidez, mas aos poucos fui tomando as rédeas da situação. Um chupou o outro e quando voltamos a nos amassar, mesmo que ele não tivesse feito nenhuma carícia no meu rosinha, inexplicavelmente senti vontade de fazer anal com ele. 🤭 E eu mesma conduzi para isso.

Após encapado, fui por cima, encaixando atrás do jeito que achei mais confortável e me masturbei durante as estocadas. Logo que gozei, não consegui continuar atrás e trocamos a camisinha para que agora ele entrasse na frente. Invertermos as posições algumas vezes, ora ele por cima, ora eu, mas ele não conseguiu gozar assim. Se cansou.

O jeito foi finalizar na mão. Lhe chupei e substitui pela mão quando me avisou que iria gozar. Dentro do quarto, ficamos apenas uma hora. Não tivemos tempo para segundo round, pois eu tinha compromisso estudantil não muito depois. Me levou de volta e então nos despedimos.

Autor:

Sou aquela moça bonita que se passar do seu lado na rua, você nunca imaginará que é uma acompanhante de luxo. Com uma aparência recatada e um jeitinho inocente, prezo pela discrição e o sigilo. Admirada por alguns e odiada por outros, essa sou eu, prazer Sara Müller! (Sim, com trema no U.)

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.