Cliente 32 – “O Namorador”

Esse cliente foi persistente! Sua primeira mensagem foi em 10 de Fevereiro! Sempre perguntando se eu podia atendê-lo e nossos horários nunca coincidiam! Rs. Chegamos a agendar uma vez, mas ele precisou desmarcar e nunca mais conseguimos agendar desde então. Quando me contatou dessa vez, eu lhe respondi com meu velho discurso: “só posso às 17:40”, mas ele disse uma pequena frase que me tocou rs, que foi: “Há mais de um mês que quero te conhecer…” Voltei as conversas e realmente ele foi bastante persistente, cheguei a conclusão que talvez valesse a pena dar um jeitinho. Aceitei atendê-lo às 18:00 mesmo que por conta disso chegasse um pouco atrasada na faculdade. (Ressaltando que essa foi uma exceção!!)

Quarto 222. Mais um japonês, 46 anos, casado, bonito e muito namorador. Assim que coloquei minhas coisas na mesa e me voltei para ele, começamos a nos beijar. Tinha um beijo muito gostoso. Ficamos um bom tempo nos beijando com leves passadas de mão, ainda de pé. Aos poucos ele foi tirando minha blusa, depois meu sutiã e começou a me chupar bem delicadamente. Enquanto nos beijávamos desabotoei sua camisa (estava de social) e após mais beijos, tirei sua calça. Somente de cueca, fiquei me esfregando discretamente em seu pau enquanto nos beijávamos, estava gostoso senti-lo duro roçando na minha boceta (ainda que eu estivesse de calça). Após um tempo assim ele desabotoou minha calça e ambos ficamos somente com a parte de baixo por um tempo. Depois me abaixei para chupar seu pau. O chupei com gosto até que ele sutilmente me puxou para cima, para mais beijos! Era disso que ele gostava, beijar bastante. Me deitou na cama e após mais beijos, desceu para meus seios e depois para minha xana. Começou a me chupar deliciosamente, gozei depois de um tempo! Voltamos a nos beijar, até que ele disse: “quero você agora”, adorei o jeito sexy como falou, e repeti da mesma maneira: “quer? Então vou pegar…” e me levantei rapidamente para pegar a camisinha. Quando voltei o chupei mais um pouco antes de abrir o preservativo, mas fui percebendo que seu pau estava amolecendo, 🙁 lembrei do que tinha me dito na mensagem antes de nos encontrarmos, que estava ansioso, então considerei que fosse seu nervosismo, voltei a lhe beijar e alternei com seu pau algumas vezes para ver se animava, mas não, percebi que ele ficou frustrado, fez uma carinha de criança que fica sem o doce, pedi que não ficasse daquele jeito, que estava tudo bem e voltei a beijá-lo carinhosamente. Ele começou a brincar com seus dedos na minha xana enquanto eu mexia no seu pau, aos poucos ele foi se animando de novo! 🙂 Continuei lhe masturbando enquanto ele gostosamente enfiava seus dedos em mim. Até que novamente ele disse: “acho que agora dá”, coloquei a camisinha, mas como perdi um tempo, pois me confundi com o lado certo dela, seu pau foi amolecendo novamente… 🙁 não tirei a camisinha e voltamos a fazer o que estávamos fazendo antes, ele ficou com seus dedos na minha boceta e eu com a mão no seu pau, deu certo! Novamente ele endureceu! Não perdi tempo e já sentei em cima dele. Transamos um pouco naquela posição até que ele quis vir por cima, trocamos mas aí, seu pau amoleceu de novo. :'( Ele ficou muito frustrado, disse que era difícil encontrar alguém como eu, que eu era do jeito que ele gostava, e tinha que acontecer isso?! Falei pra ele sinceramente que não tinha problema, que acontecia, e ele revelou que provavelmente foi por que estava nervoso pelo que eu fosse relatar! Já é a segunda vez que ouço isso de um cliente, e me entristece saber que meus relatos possam os intimidar. 🙁

Gostaria de pedir que não se preocupem com isso, pois esse nervosismo só tende a atrapalhar. Eu não vou considerar o encontro bom somente se o cara gozar ou meter muito, cada um tem a sua característica e o seu jeito, o que realmente não gosto nos meus encontros é quando o cara é grosseiro, fedido, ou que tenha comportamentos muito estranhos. Podem ver no menu “clientes desagradáveis” são clientes assim que não curto atender, mas o cara não precisa ser o bonzão na cama para eu falar que foi bom, tem todo o contexto. Esse cliente pode não ter me comido como gostaríamos, mas namoramos bastante, ele me tratou bem, foi respeitador e até me fez gozar. 🙂 Então para quem estiver lendo e estiver com esse mesmo receio, peço que não fiquem com essa visão pois não sou nenhum monstro! Rs. 🙂

Retomando, após seu pau amolecer novamente, não teve mais jeito, o tempo já estava acabando. Ficamos nos beijando abraçados, trocando carícias que também era muito gostoso de fazer. Depois que meu celular começou a despertar, conversamos brevemente, ao que ele me fez muitos elogios, que tinha gostado muito de mim e que iria marcar de novo (ebaa 🙂 ). Fui tomar um banho, enquanto ele ficou deitado mexendo em seu celular. Quando fui embora ele permaneceu no quarto. Um amor de pessoa, muito carinhoso e namorador. Ele disse que tinha gostado muito, pois mesmo que não tenhamos tido uma transa completa, fizemos o que ele gostava demais, que era beijar e namorar, disse que o fiz lembrar da sua época de namoros quando era mais jovem, o que me deixou muito satisfeita também! Vou aguardar nosso prometido repeteco! 😛

2 comentários em “Cliente 32 – “O Namorador”

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.