Cliente 51 – “O criterioso”

Quarto 114. Japonês, quarentão, bonitão. Assim que entrei percebi seu olhar me avaliando enquanto eu me locomovia pelo quarto e como ele não sorria confesso que me senti um pouco sem graça e apreensiva rs (mas não demonstrei). Após colocar minha bolsa na mesa fui até ele, peguei sua toalha (que ele estava segurando) a coloquei no banheiro (para que pudesse ficar com as mãos livres) e voltei para te beijar. Seus olhos em mim (enquanto eu voltava do banheiro) eram de uma seriedade, que a princípio fiquei em dúvida se tinha gostado ou não, mas no decorrer do programa percebi que gostou e muito! 🙂 Nos beijamos um pouco de pé enquanto ele me alisava por cima da roupa,  depois nos deitamos e continuamos com os beijos. Determinado momento ele girou o corpo para cima do meu e caprichou nas suas carícias, tirou meu vestido, sutiã e continuou a me beijar todinha, pescoço, seios e depois de um tempo foi descendo para a minha xaninha. Chegando nela puxou minha calcinha delicadamente, passou o dedo e começou a me chupar! Nossa que delícia!! Chupava muito gostoso, mas ainda assim eu não tinha intenções de gozar naquele momento, entretanto como ele chupava tão focado, resolvi me concentrar pois logo percebi que não iria largá-la enquanto eu não gozasse rs. Após um tempo sendo chupada (demorei para gozar) acabei gozando e assim que o fiz, ele subiu de novo para meus lábios. Demos mais alguns beijos e depois foi a minha vez! Ele se deitou e eu caprichei ao máximo no oral, queria retribuir todo o prazer e o tempo que ficou me agradando. 🙂 Ele gemia demais, o que só me deixava mais contente! Após bastante tempo o chupando, voltei para beijá-lo e fiquei o masturbando, nisso ele não aguentou e disse que ia acabar gozando daquele jeito, perguntei se era aquilo que ele queria (afinal a grande maioria, quando estão quase gozando no oral, já partem para a foda), mas ele disse que sim, que queria gozar daquela forma, então continuei com minha mão no seu pau, enquanto o beijava e logo senti sua porra na minha mão. 😛 Não transamos, mas não foi necessário, pois ele se mostrou bastante satisfeito por gozar assim. Fui buscar papel para limpá-lo e depois lavei minhas mãos. Depois me sentei ao seu lado e enquanto o acariciava ficamos conversando. Conversamos pelo resto do programa, ele tinha um papo inteligente e não era esnobe. Depois fomos tomar banho juntos (dois chuveiros) e enquanto eu me vestia e retocava a maquiagem, ele disse que precisava ir, deixou meu cachê em cima da mesa e se desculpou pois tinha compromisso, deu para perceber que ele não queria sair daquela forma e me olhava com pesar, eu tentei me apressar mas percebi que não adiantaria pois ele estava mesmo com pressa. Fiquei um pouco apreensiva dele sair antes (fico com receio do cliente sair sem pagar o quarto e sobrar para mim rs) mas não impedi que fosse e lhe dei um voto de confiança, afinal ele não parecia nem de longe ser uma pessoa sacana, então nos despedimos e ele se foi. Dali alguns segundos o telefone tocou e me impressionei por a recepcionista perguntar se tudo bem ele ir embora rs. Demorei mais um pouco para me arrumar e alguns minutos depois o telefone tocou de novo, achei que seria a recepcionista me tocando para fora, para que pudessem limpar o quarto…

– Oi? – Atendi –

– Você está ocupada?

– Não, já estou saindo!

– Não quer fazer um atendimento? – Oi?! –

– Não, tenho que ir pra faculdade! 😮

– Ah então tá bom, tchau.

Não entendi nada! Como assim eu fazer um atendimento? Pra quem seria? Sem nem saberem se vão concordar com meu cachê e com o que eu NÃO faço? Nunca tinha visto isso! Rs.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.