Cliente 52 – “O Respeitador”

Quarto 154. Assim que abriu a porta, vi um homem bem alto, branquinho e bonito. Coloquei minha bolsa na mesa e me virei para beijá-lo. Após o beijo que serviu como cumprimento, ele se deitou e antes que eu me encaminhasse para a cama também, perguntou se eu não gostaria de tomar uma ducha. Fiquei um pouco frustrada pois eu achei que estivesse cheirosa já, mas já fui pegando minha necessaire e me encaminhando para o banheiro. Enquanto me locomovia argumentei com jeitinho que não estava fedida pois andava com meus lenços umedecidos e tal, até que ele se deu por vencido e disse: “então vem cá” e me deitei com ele.  Me senti mais satisfeita, pois sempre que vou encontrar um cliente, mesmo que eu vá direto do serviço, me cuido antes, além de ter lenço umedecido na bolsa, passo creme no meu corpo, troco de roupa, e finalizo com o perfume, e quando me falou para tomar banho, senti como se toda minha produção tivesse sido em vão rs.

Após me deitar começamos a nos beijar, ele beijou meu pescoço, seios e sem perder muito tempo já foi descendo para a minha xana (nisso ele já tinha tirado toda a minha roupa) me chupou muito gostoso!! Ele realmente gostava de uma boceta! Chupava com vontade e empenho, eu só não gozei porque costumo demorar para gozar e fiquei com receio dele se incomodar com isso, então após um tempo me chupando, falei que queria chupá-lo também, e ele não deixou que eu o fizesse de imediato, pois mesmo que eu não tivesse gozado no oral, queria que eu gozasse de alguma forma e me deitou de lado, onde começou a me masturbar. Enquanto me masturbava comecei a pegar no seu pau também, mas não consegui bater uma pra ele com muito empenho, pois estava concentrada nas sensações que estava me causando, para que eu pudesse gozar. Assim que gozei (que segundo ele foi em silêncio), desci para seu pau, caprichando ao máximo, ele tinha um “ar” de exigente e eu não queria desapontá-lo. Após um tempo o chupando, ele perguntou se podia gozar na minha boquinha, interrompi e respondi um pouco séria que não, ele disse que tudo bem, então voltei a chupá-lo, mas logo pediu para transarmos então senão ele não iria aguentar segurar. Ele mesmo tinha trazido o preservativo, então esticou o braço e o pegou. Me deixou chupá-lo mais alguns segundos e o empacotou. Começamos com ele por cima (do jeito que eu mais gosto), depois de um tempo razoável metendo assim, ele me pegou de quatro! Metia rápido e bem fundo (do jeito que eu gosto também! 😉 ), e para finalizar, sem tirar o pau de dentro, me pediu para deitar de bruços, e meteu ainda mais gostoso nessa posição. Gozou assim. 🙂 Após o orgasmo, retirou a camisinha, a jogou fora e voltou a se deitar comigo. Conversamos um pouco, e fiquei levemente incomodada com suas perguntas pessoais. Mas ele não me pressionou e disse que eu não precisaria responder se eu não quisesse, e assim sendo preferi não responder mesmo rs. Após um tempo, quando ainda faltava vinte minutos ele já quis finalizar o encontro, pois sabia que eu tinha outro atendimento para fazer depois dele e não queria me atrasar, mas eu insisti que continuassemos e perguntei se ele não conseguiria mais uma em vinte minutos, ele disse que sim, então tomamos um rápido banho e voltamos para a cama! Começamos a nos beijar, o chupei brevemente e logo seu pau endureceu, não achei que estivesse duro o suficiente para uma penetração, mas ele já foi pegando a camisinha e o empacotou de novo! Começamos comigo por cima e não trocamos de posição. Após um tempo (até mais rápido que o da primeira transa) ele gozou. Fiquei até espantada com a velocidade, e comentei que tinha sido rápido, e ele todo gentil respondeu dizendo que “a companhia ajudava”. (Fofo!) 🙂

Depois fui me banhar enquanto ele permaneceu deitado mexendo em seu celular. Ele até tinha comentado sobre esticarmos mais o nosso tempo juntos se eu não tivesse outro cliente depois, mas compromisso era compromisso. Nos despedimos e assim que saí e fui olhar as mensagens no meu celular, o cliente que seria o próximo, tinha mandando um áudio desmarcando 40 minutos antes! –‘ Só não voltei no quarto pois a partir do momento que eu saí, já não sabia mais se ele iria querer, então fui embora e não respondi nada para o furão.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.