Cliente 70 – “O Preocupado”

Cheguei antes dele no hotel e o aguardei na recepção. Ele chegou e subiu direto para o saguão achando que eu estaria lá, fiquei só olhando, afinal não tinha certeza que fosse ele, quando ele olhou para trás e me viu desceu as escadas de volta e veio ao meu encontro. A princípio o achei sério e que talvez não tivesse se agradado comigo, mas acho que foi só impressão minha. Ele pediu por um quarto simples e subimos para o mesmo (não lembro a numeração).

Começamos a nos beijar. Depois de um tempo nos amassando enquanto nos beijávamos, ele me virou de costas e ficou roçando seu pau na minha bunda, depois me levou para a frente do espelho e ficou me olhando pelo reflexo enquanto roçava. Depois me prensou contra a parede e enfiou a mão na minha xana. Ficamos um tempo assim até que fui tirando sua camisa e ele indicou com o dedo para que eu chupasse seu peito. Intimamente não foi algo que me agradou muito a princípio mas o fiz. Depois ele foi abrindo a calça e senti bem levemente um cheiro diferente, na hora já pedi que tomasse um banho antes, pois no mesmo momento lembrei que ele tinha dito que foi direto do trabalho. Percebi que ele hesitou um pouco já que estávamos no calor do momento, mas o incentivei cada vez mais e falei que o acompanhava, mesmo sabendo que eu já estava cheirosa. Ele entrou no banheiro e começou a tomar banho com a luz desligada rs, estranhei que estivesse se banhando no escuro e acendi a luz. Assim que terminou, fui em seguida e quando saí ele já estava deitado nu a minha espera.

Após mais beijos, quando fui descer para o seu pau me surpreendi, definitivamente aquele era o pau MAIS GROSSO que eu já tinha visto até mesmo na minha vida civil!! Foi difícil até para chupar e aquele tamanho todo não me empolgou muito não, dificilmente uma mulher se anima com pau muito exagerado porque sabe que a foda poderá ser mais sofrida rs. Comentei com ele que o pau dele era absurdamente grosso e percebi que ele ficou se sentindo lisongeado. Pedi que quando fossemos transar entrasse bem devagar e com cuidado. Depois de pouco tempo o chupando, voltei para beijá-lo e perguntei se ele já queria ver como ia ser enfiar aquele pau enorme dentro de mim, ele disse que sim e ainda bem que ele tinha trazido gelzinho, realmente iríamos precisar!

Pedi que ele viesse por cima, pois pau grosso acho mais confortável a entrada comigo deitada, ele foi entrando aos poucos conforme pedi e quando engatamos a transa, ele me pedia para dizer umas coisas que achei muito artificiais, claro que o repeti da maneira mais sensual que pude, mas quando não é algo que parte da mulher, acho artificial. Ele me pediu que dissesse: “Seu pau é o mais grosso que já tive quero que me deixe arrombada” e “por favor me deixe arrombada” e ainda teve uma hora que ele perguntou se eu sempre tive a fantasia de ter um pau grosso. Oi?! Eu não disse isso em nenhum momento! Rsrs, nessa hora não entrei no jogo e o corrigi que eu não tinha dito isso (na verdade muito pelo contrário, tenho pavor de dotes muito exagerados), ele ficou quieto depois disso e continuou metendo, depois sem anunciar o tirou de dentro de mim e deitou de barriga para cima, nisso entendi que quisesse que eu fosse por cima e assim o fiz. Enquanto eu cavalgava seu celular começou a tocar e a partir desse momento percebi que seu pau foi amolecendo, achei que eu não tivesse metendo direito mas depois ele explicou que como devia ser a namorada no telefone ficou preocupado que pudesse perdê-la e seu pau amoleceu de vez.

Depois que saí de cima dele, ele mesmo começou a se masturbar para chegar ao clímax e enquanto o fazia novamente indicou para que eu chupasse seu peito, o fiz e mesmo depois dele ter gozado continuei, já que isso o agradava. Depois ele tomou outro banho, eu também e ficou falando da namorada. Nesse momento percebi que ele tinha um sotaque de estrangeiro, mas não quis me dizer de onde era e eu também não consegui identificar. Havíamos fechado 1:30 mas ele acabou indo embora antes, me acertou pelo tempo combinado e pediu desculpas por sair, mas que precisava ligar para a namorada de volta e inventar uma boa desculpa.

O ruim é que ele saiu e levou a chave do quarto consigo, eu não consegui trancar a porta para ficar segura e dali alguns minutos veio o funcionário do hotel para limpar o quarto (afinal ele não avisou que eu tinha ficado e como levou a chave a recepcionista deduziu que não tivesse ficado ninguém), mas ocorreu tudo bem, eu já estava quase de saída mesmo e o funcionário disse que voltava depois rs.

6 comentários em “Cliente 70 – “O Preocupado”

  1. Joao, desencana…

    Sexo é muito mais que tamanho de pênis. Começa que tem gente que com ótimas preliminares, sabendo esquentar o clima e apenas com o dedo dão orgasmos múltiplos às companheiras, e dedo fino, provavelmente mais fino que seu pênis.

    Tira isso da sua cabeça e se faça presente na relação sexual, com toques, com vontade, sorrisos e gemidos, procure sentir sua parceira, os pontos que dão prazer pra ela, continue alternando entre eles, não só nas preliminares mas também durante a penetração, deixa a coisa fluir antes, durante, depois. Se não tem experiência, não fique com medo de experimentar, conversar com a parceira, deixar espaço para que ela fale também, mas nunca esqueça de deixar a coisa fluir, pode começar menos do que ótimo, mas vai ser cada vez melhor e no final será ótimo quando estiverem íntimos e também quando tiver mais experiência.

    1. Show! Isso que eu chamo de educação sexual (sem zueira).
      Sexualmente falando estou mais pra estagiário ou trainee, não vejo a hora de me tornar “big boss” como vc Zé Empenhado!

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.