Cliente 91 – “O Quieto”

Quarto 232. Entrei, nos cumprimentamos e já percebi que ele era de poucas palavras, não dizia nada por espontâneo, apenas respondia ao que eu perguntava e quando eu comentava sobre algo, dava risada. Para ser bem sincera não curti muito isso não, sei que cada um tem seu jeito de ser, mas como sou bastante comunicativa me sinto deslocada, acabo ficando quieta também e considero o silêncio o pior tempero.

Ele ainda estava vestido quando cheguei, de roupa social, mas disse que já havia tomado banho enquanto eu não chegava. Não perdemos tempo e já começamos a nos beijar, assim que terminei de colocar minha bolsa na mesa. Nas pausas dos beijos nos olhávamos e achei que nessas horas ele faria algum comentário sobre o momento, mas não, me olhava com um sorriso sem graça, então logo voltava a te beijar para acabar com aquele constrangimento.

Nos deitamos e ficamos bastante tempo só nos beijando. Percebi que ele gostava de roçar seu pau na minha xana por cima da roupa mesmo, então fiquei me esfregando nele pelo tempo em que nos beijávamos. Aos poucos fui tirando sua roupa, enquanto eu mesma ainda estava de vestido. Tirei primeiro sua blusa, e quando senti que ele estava menos inibido, desci para seu pau, tirei sua calça, mais beijos e depois a cueca. O chupei por um tempo considerável, ele parecia estar gostando, mas não era muito de gemer.

Depois voltei a beijá-lo, chupei seu pescoço, e nessa hora ele foi bastante receptivo, descobri seu ponto fraco! 😛 Após um tempo nisso, perguntei se ele queria transar e ele disse que sim, levantei rapidamente para pegar o preservativo, voltei, o encapei e começamos comigo por cima. Cavalguei por um tempo e confesso que achei que nem trocaríamos de posição, não que ele já quisesse gozar, mas como era bastante quieto, a princípio não tinha muita atitude na cama também não, até que ao perceber que eu estava cansando, me pediu que ficasse de quatro. O obedeci e bombeou por bastante tempo, estava muito gostoso e comecei a me masturbar. Gozei gostoso enquanto ele mandava ver. 😛

Seu pau escapou algumas vezes, o que me causou um certo incômodo, pois dependendo de como escapa quando volta acaba machucando, e não estou me referindo a entrar no buraco errado, mas sim machucar a xana mesmo. Após algumas escapadas fiquei mais receosa e já saí da posição, parecia que ele estava quase gozando, mas para mim estava perigoso escapando daquele jeito. Voltei a ir por cima. O ruim é que mesmo eu tendo descansado enquanto ele fazia todo o “trabalho”, me pegando por trás, cansei mais rápido (talvez fosse a moleza de ter gozado) e como ele também estava cansado, fizemos uma pausa.

Trocamos menos de 10 palavras, até que fui pegar outro preservativo. Voltei a ficar de quatro, ele bombeou bastante e comecei a torcer para que ele gozasse logo, infelizmente isso não aconteceu e voltei a ir por cima. Mais cavalgadas e nada, já ia voltar a ficar de quatro de novo, mas seu pau amoleceu. Para ser sincera até fiquei aliviada, pois estava mesmo cansada. Nos deitamos, os dois sem fôlego, ele estava todo suado e queria ficar me beijando, também não curti isso, minha boca estava seca e até com bigode de suor ele estava. :/

Moral da história, ele não gozou. Uma pena. Não fico com a sensação de dever cumprido se o cara não goza, mas fazer o quê? Eu também já estava exausta para outra tentativa. Conversamos brevemente (eu que fazia as perguntas, o induzindo a se comunicar), até que fui me levantando para ir tomar banho. Quando terminei de me arrumar ele já tinha tomado seu banho, mas estava na maior calma penteando seu cabelo, perguntei se ele se importava de eu já ir indo, pois morava longe e já era 22h, ele gentilmente disse que tudo bem, e abriu a porta para mim.

12 comentários em “Cliente 91 – “O Quieto”

  1. Isso é meio complicado. Uma vez eu estava com muita vontade e a menina era muito atraente e nem precisou muito para eu gozar. Tomei um banho e voltei aceso para continuar. Para minha surpresa ela já estava vestida. Ei eu ainda tenho quase uma hora, e ela respondeu: mas você já gozou e o programa acabou. Fiz cara de cachorro triste e levei numa boa. Dai em diante me controlei. Nessa de você se controlar as vezes se torna mais difícil realmente você gozar depois, e pode até não conseguir mesmo. Acho que tudo se resume na maneira como você vê uma relação sexual. Eu acho que ambos buscam o prazer, e isso não quer dizer que necessariamente precise haver a penetração. Eu pessoalmente gosto 80% das preliminares com muita calma e o resto penetrando. Fazendo amor estamos desde que nos cumprimentamos. Uma mulher tem que ser apreciada nos seus mínimos detalhes. Pessoal curtam, apreciem o que vocês estão fazendo. As vezes você gozou e nem percebeu. Beijos.

    1. Aff esse negócio da menina se vestir após o cara gozar é grotesco! O cara pagou por uma hora de programa, não por uma gozada, tá errado isso aí! Parece até coisa de puta de rua, gozou, tchau.

      Mesmo que o cara não aguente dar mais uma, o resto do tempo podem conversar e tal, sempre faço assim, a não ser que o cara goze só na reta final do tempo mesmo. Imagino como deve ter sido chato pra você.

      1. E foi mas eu levo numa boa. Esse não é o único tipo de problema que os meninos enfrentam. Eu não gosto de encontros do tipo 1 hora eu aprecio um encontro de 3 horas ou mais. Gosto de conhecer a menina. Teve uma ocasião que uma levou exatos 50 minutos carregando o celular e atendendo as amigas no Whatsapp até resolver ir tomar banho. Claro que o tempo estava correndo. Outras vem atender no lugar da que você acha que chamou e dizem: bobagem aquilo é apenas uma foto. Ou ainda a foto é dela, mas de uns 5 anos atrás ou mais. Combinam uma coisa fazem outra.

        Por isso acho você uma rara exceção em todos os sentidos. E sinceramente fico chateado quando te tratam mal. Não é a toa que você tem clientes que te adoram. E quem te lê também.

  2. Olha só como está mudando as coisas nessa sociedade moderna
    As meninas chegando ao orgasmo e os meninos não, será?
    Pelo olhar feminino de prestadoras de serviços de carinhos e prazeres, parece que se o cara não gozar elas não conseguiram cumprir sua função.
    Mas vamos a uma opinião masculina sobre tal:
    Meninas somos homens de uma geração nova, onde aquela coisa básica tira e põem até gozar não é o suficiente, estamos também prezando muito o encontro por um todo , se o objetivo fosse só gozar , bastaria uma masturbação em casa e estaria resolvido em 10 minutos.
    Vamos a algumas experiências que tive com a Sarinha rsrs
    Até hoje não consigo dizer o que foi melhor no encontro com ela
    SEUS BEIJOS: ai meu Deus , que sensação extraordinária
    SUAS MÃOS : fazendo carinho por nosso corpo, indescritível
    BEIJAR O CORPO DELA: isso é uma coisa impagável
    CHUPAR ELA TODINHA: é uma coisa que falta letras no alfabeto pra descrever
    RESUMINDO:
    Gozar 1ou 2 ou 3 ou não gozar no final de um encontro com vc Sarinha não significa que não foi bom , mas sim que apenas estava tão bom, tão bom, que o tempo passou rápido e acabou não dando tempo rsrs
    No meu caso especifico não a nada mais prazeroso no encontro quando vejo vcs mulheres tendo orgasmos isso me deixa muito realizado rsrs.
    E meninas nos homens modernos não pagamos vcs para nos fazerem gozar e sim pela agradável companhia suas e emoções e sentimentos que possam nos proporcionar
    Beijos Sarinha de seu caipira !!!

    1. Perfeito Fabio. Você resumiu tudo muito claramente. Faltam mulheres como a Sara, ou talvez essa sociedade maluca que nós vivemos escondeu elas. Nem conheço a Sara pessoalmente e adoro ela. GP ou não isso não é importante. Todos nós sabemos que ninguém vai namorar com a Sara, mas alimentar essa adorável imaginação é incrível. Sara vai ficar marcada em todos nós para sempre.

  3. Olá Sara,
    Lendo seus relatos bateu uma curiosidade, como vc cuida da sua depilação?
    Não é simples estar apresentável em todos os momentos.

    E a propósito, concordo contigo, mesmo que a transa seja gostosa, esperamos que o parceiro chegue ao gozo, assim como nós. Dá a sensação de que realmente valeu a pena.

    Beijos

    1. Oi Aninha!!
      Então eu só usava gilete, mas cansei de ficar a cada dois dias depilando de novo.
      Daí há dois meses resolvi experimentar na cera, e só faço assim desde então. Apesar da dor, é muitoo bom não precisar me preocupar com pelos por um tempo.
      Já fez na cera?

      Beijão.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.