Repeteco com o Receoso!

Assim que cheguei na recepção do hotel, havia um rapaz pagando o quarto, com uma mulher ao seu lado. Tive que esperar ele terminar, para poder anunciar a recepcionista, o quarto que eu iria. Nisso, ele me viu, e disse: “Olá!”. Devolvi o cumprimento, mas particularmente não gostei. Ele estava com a GP do lado (pelo papo dos dois percebi que não devia ser namorada), e se fosse comigo, eu não gostaria que meu cliente cumprimentasse outra GP que ele sequer conhece, ao mesmo tempo em que estivesse conversando comigo. Sei que os clientes não devem fidelidade a nenhuma GP, mas acho chato esse tipo de situação, é bom ter um pouco de consideração com a pessoa que está do seu lado.

Após a recepcionista liberar minha entrada, chamei o elevador às pressas, pois esse cara ainda não tinha se retirado, e parecia que a GP ia embora antes dele (estavam se despedindo). Fiquei desconfiada que viesse falar comigo depois, e por não ter gostado da sua atitude preliminar, nem queria papo.

Quando o elevador chegou, um senhor japonês surgiu do nada, e entrou comigo. Esse outro, por incrível que pareça, parecia DEMAAAIS com aquele que tinha me abordado numa outra ocasião, em um hotel diferente, quando fui encontrar o cliente 136, “O Envolvente”. Sendo ele ou não, só pela semelhança, já não queria papo também.

Entrei, apertei o 6 e reparei que ele não apertou nenhum. “Droga, ele vai para o mesmo que eu!” Pensei irritada. Não sabia se ele estava ao meu lado ou atrás  de mim, simplesmente não olhei para ele, e não tirei os olhos dos botões do elevador. De repente, ouvi sua voz dizer: “Vou para o mesmo que você”. Dei um sorriso forçado e não falei nada. Saí primeiro e fiquei enrolando até que ele entrasse no seu quarto (detesto que me vejam batendo na porta), pensei em fingir que estava vendo o número do quarto no celular, mas já tinha o guardado na bolsa, e quando comecei a procurá-lo, meu cliente abriu a porta, sem que eu precisasse bater. Ele me olhou confuso por eu estar ali parada, sem ter batido, comecei a fazer mímica labial explicando a situação (o outro ainda estava terminando de fechar a porta), e então pulei para dentro do quarto rs.

Quarto 603. Entrei e assim que coloquei minha bolsa na mesa, já começamos a nos beijar. Dessa vez não tomei a iniciativa de irmos logo para a cama, e deixei que ele conduzisse. Ficamos um tempão nos beijando de pé. Um foi despindo o outro suavemente, enquanto nos beijávamos. Daí comecei a masturbá-lo, ao mesmo tempo em que também me masturbava, roçando a cabeça do seu pau no meu clitóris. Estava delicioso e após um tempo acabei gozando. 🙈

Vendo que eu fiquei um pouco mole, depois de gozar. Aí sim nos encaminhamos para a cama, e já desci para seu pau. 😋 Após um tempo me deliciando, voltei a beijá-lo, me deitando por cima dele. Depois que chupei pela segunda vez, ele me pediu que sentasse em seu rosto, e também me chupou. Hummmm. Depois voltamos a nos amassar, até que encapamos.

Começamos com ele por cima. Bombeou por bastante tempo, e acabei gozando de novo, me masturbando. Depois que gozei, invertemos e eu que fui por cima. Cavalguei por um tempo, e por último fizemos comigo de quatro. Ele estocou bem gostoso até gozar.

Daí ficamos um tempo deitados, descansando, e após alguns minutos de conversa, ele sugeriu de pedirmos o almoço. Almoçamos com calma, depois nos banhamos, e ele foi embora antes de mim.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.