Padrão Puta

Gozado. É mesmo muito engraçado a maneira como as pessoas estereotipam que a prostituta seja.

Vou abrir aqui uma coisa da minha vida pessoal, que eu ainda não tinha lhes dito em canto nenhum, para que entendam melhor o contexto do que quero dizer.
 
Estou estudando para ser atriz e está sendo maravilhoso. ✨ Eu achava que tinha me encontrado no jornalismo, por gostar muito de escrever, mas me encontrei ainda mais na arte. Dito isso, foi dado como exercício em aula, que criássemos uma cena para determinado texto. Um texto padrão e genérico, igual para todos, para que cada dupla pudesse desenvolver à seu modo.
 
Tivemos a ideia (eu e meu par de cena) de criarmos uma cena em que os personagens fossem uma acompanhante e seu cliente mais frequente, que decide pedi-la em casamento. Não vou me aprofundar nos detalhes do que criamos, mas no que me impactou mais, ao apresentar um rascunho desta cena para a professora. 
 
Ela nos interrompeu diversas vezes e sinalizou que eu não estava sendo sensual o suficiente, como uma prostituta de fato seria. Levantando até mesmo a dúvida se eu conseguiria dar conta de uma personagem como essa, estando tão longe da minha realidade. Coitada. Mal sabe ela. 🤦🏼‍♀️
 
Minha vontade foi de respondê-la que não necessariamente uma puta precisa ser sensual o tempo inteiro, que ela pode sim ter um jeito menininha, assim como o meu. Mas me contive. Ela com certeza debateria, perguntando qual a minha referência, para o que eu estava dizendo e eu não teria como abrir-lhe, que a minha referência de comportamento de uma acompanhante vem de mim mesma! 💁🏼‍♀️
 
Vontade de lhe falar que uma acompanhante não precisa ter toda essa sensualidade que ela me exigia em cena, pois sou acompanhante do meu jeitinho e tem dado muito certo para mim. Que aliás, o meu jeito não padrão puta, tem sido o meu grande diferencial. 
 
A vida não é mesmo engraçada? 😆
 
Eu sou sensual sim prof. Do meu jeito. Não do jeito estereotipado que você e muita gente vê. Posso ser uma prostituta doce, meiga, de jeitinho inocente, sem parecer com uma. Ahhh… que vontade de poder abrir seus horizontes. Mas deixa. Melhor continuar tudo em segredo. 🤭
 

9 comentários em “Padrão Puta

  1. Sara,

    Você é tão, mas tão sensual!

    É possível que vc tenha tido dificuldade nessa cena justamente porque teme entregar esse aspecto?

    Abs

      1. A personagem é a Sara e a Sara é muito desejada pelo público dela. Será que essa professora consegue ajudá-la a apresentar essas características para outro público?

        Quando eu penso no personagem Sara, eu me lembro da Dona Beija, vivida pela Maitê Proença.

  2. Sara, o que vc acabou de escrever pode ser ampliado para diversos outros contextos.
    O tempo todo estamos nos deparando com pessoas criticando a forma que trabalhamos ou fazemos algo! O mundo está cheio de pseudoespecialistas!
    No seu caso sua professora mostrou uma visão absolutamente superficial do que é ser uma GP. Para ela, provavelmente uma GP tem q vestir um espartilho e ter um chicote na mão pra ser real! Hahaha. Mal sabe ela q vc eh com ctz uma das melhores GPs de SP! Continue assim! Sua inteligência e seu apelo pouco vulgar é o seu diferencial!

    1. Gostei muito da sua análise, sobre pessoas pseudoespecialistas! 👏🏻👏🏻 De fato essa professora tem muito disto, ainda mais por ser de idade, é outra geração.

      Agora preciso dizer que fiquei extremamente lisonjeada com o seu elogio! ❤️ Uma das melhores de São Paulo? Uau! Não me via desta maneira! 😍

  3. Eu imagino qual seria a sugestão de figurino que ela diria pra você usar… provavelmente top, micro saia, meia arrastão, salto agulha e a cereja do bolo…uma bolsinha girando no dedo…

  4. O engraçado disso é que uma professora de arte cênica…que na teoria teria que ter uma mente mais aberta pras diversidades da vida fica presa em estereótipos…vai “intendê”

    1. Sara, entre muuuitas coisas que conversamos (rs) uma que vc sabe que um de seus encantos foi seu jeitinho ‘namorada’ de atender…teve sensualidade, e teve todo um envolvimento durante o atendimento, que são sim seu diferencial, e que mostram que as acompanhantes não precisam ter aquele ‘estereótipo’, que uma maioria mal informada tem(roupas chamativas, bolsinha, como disse o colega, etc). Sua professora está desatualizada, Sorry! Se bem que nessa situação eu tb faria como você.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.