De Quatro é Mais Gostoso

Esses dias estava aqui refletindo com os meus botões em como a maioria dos homens apreciam a posição de quatro. Há alguns anos, quando eu sequer imaginava ingressar no ramo sexual e era totalmente inexperiente no assunto, pensava que a preferência masculina se dava pelo fato de parecer que ele estaria fazendo sexo anal com a garota, quando na verdade, o motivo deles gostarem tanto, vai muito além disso. Conforme fui adquirindo experiência, ao perceber que eu também gostava, pensei que também pudesse ser pelo fato de entrar mais gostoso e também por a posição favorecer um acompanhamento de ambos pelo espelho. É uma visão excitante e extremamente sexy. Mas calma… ainda não é só por isso.

Resolvi fazer uma pesquisa no meu Twitter semana passada, abordando este tema, e me surpreendi com a quantidade de respostas. Resultou em 66 comentários. Pontos de vista iguais, parecidos, a única coisa que divergiu foi a posição de quatro não ser a preferida de alguns. Mas para aqueles que é, as razões declaradas impressionantemente foram similares e a grande conclusão da maioria, para o homem gostar tanto desta posição, foi quase que unânime: A submissão sexual feminina.

Soft Ice
Eita!!
Essa resposta me pareceu hiper machista, mas preferi não expor exatamente a minha impressão, pois eu poderia, sei lá, ter interpretado errado?
Hahaha. Me divirto com esses comentários de “furinhos”.
Até rimou rs.
Tem os engraçadinhos… rs
Sair de um e ir para o outro, vice e versa?! Socorro! Rs.
Eita!!
Outro engraçadinho… rs
Mas de todos, sem dúvida a melhor resposta foi essa!! 👏🏻👏🏻👏🏻

Até que não errei na minha amadora análise, não é mesmo? Rs. Vejam que foi citado mais de uma vez a questão da dominação vir desde a época das cavernas. Será mesmo? Talvez para muitos de vocês a questão da submissão feminina não era uma novidade (até porquê a maioria dos leitores aqui são homens e vocês sabem das coisas que se passam com vocês), mas, para mim, que sou mulher e  estou do lado inverso, não imaginava mesmo que o motivo ia tão fundo assim. Não é só sexual, é psicológico também. Fantasiar que manda, que aquela mulher está totalmente entregue, que você pode fazer o que quiser com ela, inclusive trocar de um buraco para o outro se quiser…

Espera… eu me vejo assim quando estou transando de quatro? Que estou sendo dominada? Que estou totalmente entregue? 🤔 Olha… sinceramente falando… não. Não me vejo assim. Me vejo sim como uma vadia, mas não de maneira pejorativa. Apenas uma mulher que gosta de dar, que sabe curtir e tirar proveito das sensações que aquela posição me propicia.

Também gosto da posição de quatro, não vou negar. Eu gosto de sentir o pinto entrando com força e rapidez e é mais prazeroso ainda quando é o outro que está se esforçando para isso, ainda que eu também lhe ajude com os movimentos em algum momento. Também gosto de olhar para o espelho e ver que estou sendo penetrada por um homem, que naquele instante está com uma cara de tesão tão excitante quanto a minha.

Me sinto a maior das vadias por estar numa posição de cachorrinho, tendo os meus cabelos puxados e minha bunda estapeada, de uma maneira carinhosa. Sim, carinhosa, pois, esses gestos não estão dentro de um contexto de violência, mas sim de prazer, com a sua intensidade dosada. Não é a minha posição preferida, confesso, mas é a segunda que mais gosto. No entanto, não pelo mesmo motivo psicológico dos homens. Que coisa não?! E depois nós mulheres que somos complicadas… 😅

9 comentários em “De Quatro é Mais Gostoso

  1. Fazer sexo de quatro, pode dar a ideia de animal, sentir-se dominador, superior ou etc…
    No sexo não há dominador e dominado, inferior ou superior.
    No sexo há a liberdade da entrega, do expressar do sentimento, do olhar, do tocar, do roçar dos corpos, do sentir dos lábios, da profundidade do explorar das línguas, do conhecer.
    No sexo não há posição assim ou assado.
    No sexo há prazer, há intimidade, há química que embriaga a mente de sedução, do arrepio, da vontade de se dar, o gozo, a alquimia dos corpos.
    A penetração numa posição ou outra é apenas um mero ato de copular, é consequência.

  2. Li aqui no TT o seguinte: “Tudo é sobre sexo. Exceto sexo. Sexo e sobre poder”. Eu concordo.

    Sexo pago, ainda mais. A moça diz: “ Eu não o desejo é vc me deseja. Então, pague”. O homem diz: “Eu tenho dinheiro, então posso transar com você mesmo sem seu desejo”. Agora, há uma nova resposta: “Eu não desejo, mas gozo. Meu gozo vem do meu poder sobre vc pela sedução . Tenho seu dinheiro e meu gozo”. É assim que vejo a situação. As duas partes alcançam o objetivo – desde que tudo seja consensual e não forçado por alguma circunstância ou necessidade.

  3. Quanto a questão da mulher na posição de quatro, o que me atrai nada tem a ver com submissão ou controle, mas sim, que nessa posição é como se a mulher colocasse de lado todas as defesas, se sentisse livre e segura deixar fluir todo a excitação e o tesão sem ter um corpo masculino fazendo peso sobre si. Também é uma posição de exposição, nada fica oculto, tudo está ao alcance, tanto dos olhos quanto das mãos. E em nenhum desses momentos ela deixa de ter o controle ou está submissa, ela confia que o parceiro (ou parceira) irá ser tão delicado quanto ela queira. E a visão do corpo feminino se movendo no meu ritmo, ou ditando o ritmo, é fantástica. Ver os músculos das costas retesando-se sob a pele, as costelas se alargando com a respiração, sentir os seios dela descansando nas minhas mãos, ver o bumbum se movendo ao sabor da vontade dela é indescritível. E sobre tudo isso, vem a noção de que ela confia em mim a ponto de, como dito, baixar a guarda e permitir que eu a penetre, sem nenhum pudor, sabendo que nada que vier dela vai me desagradar e que eu não farei nada que ela não queira. Era isso. Tenha uma excelente terça feira.

  4. A visão que tenho é que a posição de 4 é a preferida principalmente entre as mulheres, você deveria fazer uma pesquisa com o público feminino também.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.