Cliente 72 – “O Gentil”

Quarto 137. Mais um japonês, bonito, quarenta e poucos anos e também usava óculos. Assim que entrei logo começamos a nos beijar. Durante a primeira pausa que demos, ele disse que tinha trazido um presente para mim, me entregou e era um chocolate em forma de rosa da Kopenhagen, demonstrou ser muito gentil desde o princípio.

Depois do presente voltamos a nos beijar com ele me dizendo a todo momento que eu era linda! Aos poucos fomos tirando a sua e a minha roupa e assim que o deixei nu por completo, me agachei para chupar seu pau, humm que delícia! Depois ele me pegou no colo e ficou chupando meus seios enquanto me segurava, depois me colocou na cama, abriu minhas pernas e tirou minha calcinha! Me chupou por um tempo e depois voltou a me beijar enquanto se deitava por cima de mim. Após um tempo de amassos perguntou se eu gostaria de tomar um banho, consenti (afinal tinha ido direto da minha aula) mas não consegui ir de imediato pois a cada movimento meu pelo quarto ele me pegava para um novo beijo rs.

Enfim fomos para o banheiro e somente nessa hora percebi que o quarto possuía hidro, inclusive o chuveiro ficava dentro da banheira. Mais beijos até que consegui de fato entrar na banheira e abrir o chuveiro. Apesar dele já ter tomado banho, entrou junto comigo rs, não conseguia desgrudar de mim e isso era muito bom! Depois que me banhei ele quis já deixar a hidro enchendo e com a água ligada voltamos para o quarto.

Já na cama enquanto o beijava deitada por cima dele, perguntou se eu não fazia mesmo anal, respondi que não mas ainda assim ele sempre ficava enfiando a ponta do seu dedo no meu “botãozinho”. Depois quando fui chupá-lo de novo, me perguntou se eu fazia beijo grego, respondi que não, não se deu por vencido e foi além, perguntou dessa vez se eu fazia fio terra, novamente respondi que não e ele disse que queria tentar uma coisa diferente, algo que nunca tinha feito, perguntou se eu não aceitaria mesmo fazer fio terra nele, respondi novamente que não, mas ele insistiu, dizendo que tinha trazido até luva descartável! Apesar de ser algo que eu nunca tinha feito antes e nunca aceitei fazer, não consegui ficar irritada com ele por insistir tanto em algo que eu já tinha dito que não, pois falava com jeitinho e o fato de ter trazido a luva me deixou mais tranquila para fazer aquilo, acabei aceitando!

Enquanto ele pegava a luva, aproveitei para pegar a camisinha e já deixei à postos, ele perguntou se eu tinha gelzinho e por sorte eu tinha levado. Ele se deitou de novo de barriga para cima, coloquei a luva em uma das mãos, passei o gelzinho e enquanto chupava seu pau fui introduzindo meu dedo lentamente no seu cu. Como minha unha é um pouco grande, mesmo com a luva fiquei com receio de machucá-lo, mas cada vez que aprofundava mais ele parecia estar gostando, foi se empolgando e perguntou se poderia gozar na minha boca, ai ai ai, ele não leu nada mesmo do que faço e não faço antes de ir me encontrar! Respondi que não e aproveitei para acrescentar que nem o que eu estava fazendo eu aceitava fazer (para que ele entendesse que já estava abrindo uma grande exceção), ele entendeu o recado e não insistiu mais nisso. Enquanto estávamos no calor do momento com ele movimentando seu corpo em direção a minha boca e com meu dedo “em ação”, o telefone do quarto começou a tocar! Logo imaginei que fosse alguém da recepção mas não parei o que estava fazendo para atender, deixaria que partisse dele. Após uns três toques ele se deu conta que era o telefone do quarto (será que achou que fosse meu celular? Rs) e perguntou “é daqui?” respondi que sim e vendo que ele ia atender tirei meu dedo.

Quando atendeu, adivinhem o que era?! Ligaram pra avisar que a hidro estava transbordando!! Nossa como eles sabiam??! 😮 Assim que desligou foi até o banheiro e tinha água até no chão! Se não tivesse um pequeno degrau entre o banheiro e o quarto teria molhado os dois cômodos! 😮 Estranhei que a própria banheira não tivesse parado de encher, pois em vários quartos do hotel era automático.

Assim que ele desligou a água, voltamos para o quarto e recomeçamos, dessa vez enfiei meu dedo mais fundo e movimentei com maior intensidade, determinado momento ele pediu pela camisinha e disse que eu podia interromper, pois não estava mais tão gostoso. A camisinha que levei era muito lubrificada o que acabou dificultando para encapar e nesse meio tempo seu pau deu uma amolecida, quando fui tentar enfiar na minha xana já estava mais mole, então foi impossível continuar. 🙁 Ele argumentou que essas pequenas pausas o quebravam e após tentar endurecer sem sucesso, arrancou a camisinha. Voltamos aos beijos e amassos. Fomos para a beirada da cama onde sentei no seu colo e fiquei roçando seu pau na minha xana. Quando fomos colocar a segunda camisinha aconteceu a mesma coisa! Seu pau que até então estava duro, com a camisinha escorregando para encapar foi ficando meia bomba. Não deu certo e mais uma camisinha foi desperdiçada, enfim, não conseguimos transar nesse encontro. :'(

Ele se deu por vencido e disse que era melhor irmos para a hidro. Ficamos um tempo lá deitados conversando, ele me contou sobre sua vida pessoal (divorciado) e insistiu muito para que eu dissesse o nome da empresa onde trabalho. Não gostei disso, por mais gentil que fosse já disse aqui em outros relatos que detesto esse tipo de pergunta e ainda mais quando me pressionam para que eu responda, com jeitinho sem ser grosseira consegui não responder. Ele também não acreditou na minha idade, disse que eu não tinha cara de 24 anos e sim 18, achei o máximo isso, é sempre bom ter cara de mais nova hehehe.

Depois ele perguntou se eu gostaria de jantar, respondi que se ele também jantasse eu gostaria sim (estava incluso no quarto), então ele ligou na recepção e pediu a mesma refeição que eu. Enquanto a comida não chegava nos vestimos apenas com a roupa de baixo e ficamos trocando carícias na cama, ele continuava a dizer que eu era muito linda demonstrando que tinha gostado muito de sair comigo (mesmo que não tivéssemos conseguido transar). Depois que jantamos terminei de me vestir para ir embora e antes que eu saísse me fez um último pedido, queria que eu desfilasse para ele! Fiquei um pouco envergonhada mas o fiz rs, andei até o canto de uma parede, levantei meu vestido até a cintura (tentando ser sensual rsrs) e voltei. Quando saí ele permaneceu no quarto. Gostei! 😛

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.