Repeteco com o Poeta!

Quarto 221. Entrei, lhe dei um selinho e um abraço bem gostoso. Coloquei minha bolsa na mesa e me sentei na cama, começamos a conversar, ele se sentou comigo e aos poucos fomos deitando enquanto conversávamos intercalando com beijos. Ele leu mais um poema que fez para mim: “Donzela de Jeans” (que postarei no final), colocou para tocar em seu celular a playlist que tinha preparado para aquele dia e começamos a nos beijar pra valer mas beeem devagar, na calma, ele tinha fechado 3 horas dessa vez e tudo que menos tínhamos era pressa. Me senti em casa estando com ele de novo, muito mais reconfortante quando é com alguém que você já conhece, ainda estava com lembranças vivas do alemão e foi bom me sentir segura.

Como sempre, ele começou chupando meus seios e aos poucos foi descendo pra boceta. Não chupou por muito tempo nesse dia e assim que interrompeu perguntei se podia o chupar também (não é algo que ele curte muito então sempre pergunto antes), ele aceitou e o chupei caprichado para que talvez o fizesse pegar gosto pela coisa. Fui ficando com mais tesão chupando aquele pau gostoso e comecei a beijá-lo com mais fervor depois, ele percebeu que eu estava “empolgada” e foi tentando acalmar meus ânimos, me abraçando e dizendo “calma, temos muito tempo” rs. Mais sessões de beijos até que ele se empolgasse para transarmos. Começamos no papai e mamãe, do papai e mamãe foi ficando frango assado e enquanto ele metia bem devagar comecei a me masturbar e gozei bem gostoso!!! Nossa gozar batendo uma com o cara metendo é muito mais prazeroso do que gozar só batendo uma sem fazer nada rs. Ele meteu por um tempo assim, depois trocamos, fui por cima e comecei a cavalgar nele. Fiquei assim por pouco tempo, ele dizia que estava bom mas ainda assim só de quatro que te dava mais vontade de gozar. Sendo assim trocamos de posição de novo! 😛 Fiquei de quatro e ele meteu por bastante tempo, achei que fosse conseguir gozar mas não deu certo. 🙁 Ele disse que teve um momento que quase veio mas acabou perdendo. :'( Estavámos sem fôlego, tanto ele quanto eu cansamos, já que eu o ajudava, mexia meu corpo junto e ficar de perna aberta fazendo esforço também é exaustivo.

Dessa vez ele pegou um quarto com hidro e enquanto nos recompunhamos coloquei para encher. Poucos minutos depois ficou no ponto e fomos para ela! Percebi que ele estava um pouco tímido para entrar na água, querendo que eu entrasse primeiro, depois me revelou que nunca tinha entrado numa hidro antes!! Depois de ficarmos um tempo gostoso na banheira, voltamos para o quarto e fomos para o segundo round! Novamente de quatro! 😛 Ele se empenhou bastante, eu também ajudei, mas infelizmente dessa vez não deu certo, ele não gozou! :'( O jeito foi partimos para a punheta, ele bateu uma enquanto eu batia também. Ele gozou na minha barriga e eu continuei pois estava quase gozando. 😛  Depois de ambos gozarem pedimos o jantar, na verdade eu pedi né, pois como ele é vegano não tinha nada que pudesse comer, pediu somente um suco de maracujá para si.

Nos separamos no metrô quando cada um foi para o seu lado. De repente, quando estou me aproximando da escada rolante, levei o maior susto com um senhor me abordando! Esse homem já tinha me abordado uma outra vez quando saí desse hotel e me incomodou mais ainda pois pareceu perseguição! E ele ainda estava indo para o mesmo lado que eu! Aff, quando vi ele me acompanhando, pensei: “ele vai pegar o mesmo sentido que eu?! Ahh não!!” Ele perguntou como se nunca tivesse me abordado antes, se poderia pegar meu número de telefone, devolvi a pergunta se ele já não tinha pegado da outra vez?! Ele disse que perdeu o papel e pegou no bolso da camisa uma caneta e um papel improvisado de extrato de banco kkk, peguei da mão dele e falei que eu ia anotar, não me agradaria ter que falar meu número em voz alta, pra todos que estivessem passando perceberem que eu estava passando meu número de telefone pra um cara bem mais velho que eu, sou muito discreta nesse aspecto e não gosto dessa exposição. Uma coisa é eu andar toda bonitona  num lugar que só tem puta e outra é um senhor me abordar no metrô com todo mundo olhando. Comecei a anotar o meu pessoal, de tanto que eu estava desatenta, rabisquei e coloquei o tel “Sara Müller”, ele ficou desconfiado e perguntou se eu não sabia meu número, achando que eu estava escrevendo errado de propósito porquê não queria passar. Respondi que eu me confundia com os números e reparei que ele não parava de olhar para o meu pé, devia ter achado super estranho eu ir fazer programa de sapatilha, calça jeans e jaqueta, mas o importante é agradar o cliente e meu vegano gosta que vou vestida casualmente! Assim que passei o número ele se foi, thank God!

Depois mandei mensagem pro vegano, contando o que aconteceu e brinquei que sair com ele estava acabando com meu marketing! Hahahaha.

Segue o poema da vez:

 

[Poema removido a pedido do autor]

3 comentários em “Repeteco com o Poeta!

      1. Hahahahaha, Falha de comunicação. Vc se desculpou tanto que entendi errado. Depois eu passo meu relato e aí vc vê se entende. E que inveja desses caras que gozam fácil! Hehehehehe

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.