Repeteco com o Perguntador!

O encontrei em seu trabalho. Várias pessoas saindo para almoçar e me senti uma namoradinha esperando ele sair também rs. Pegamos o elevador até o estacionamento, e seguimos em seu carro até o mesmo motel da última vez.

Suíte 14. Ao entrarmos no quarto, ele começou a se despir rapidamente e procurei fazer o mesmo. Logo começamos a nos beijar, até que me agachei para chupá-lo. Após pouco tempo de oral, me deitou e começou a me chupar também. De repente me pediu para ficar de quatro, achei que já fosse querer transar, mas não, continuou me chupando, frente e trás sem nenhum pudor.

Encapamos. Me pediu para tentarmos de pé, comigo pendurada em sua cintura. Foi gostoso, mas não durou muito – imagino que deve ter sido complicado pra ele, meter e ao mesmo tempo sustentar o meu peso rs -. Quando me deitou na cama, perguntei se não ia querer de quatro, conforme falou na mensagem, mas disse que gosta de me beijar enquanto mete. Hummmm. (Ou disse olhar? Já nem lembro direito rs).

Ele bombeou por um tempo e cansou. Daí me pediu para sentar em seu rosto, e voltou a me chupar. Depois disso, o chupei outra vez também, retirando a camisinha. Enquanto eu chupava, o dito cujo foi amolecendo, e estranhei, isso nunca tinha acontecido com a gente. Será que eu estava perdendo a graça pra ele? Fizemos uma pausa.

Daí ficamos na parte onde tem a piscina, sentados naquelas cadeiras de plástico, conversando. Após um tempo de conversa, ele virou pra mim e disse que provavelmente não ia rolar de transarmos de novo, pois estava com fome, e falou de irmos embora. Ao ouvir aquilo senti como se nunca mais ele fosse querer sair comigo, tava meio óbvio né, o pau amoleceu sem nem mesmo gozar, e não ia subir de novo, que lembrança boa ele teria para querer bis? 😪

Quando nos levantamos para voltarmos ao quarto e nos vestirmos, nossos corpos semi nus – no meu caso estava totalmente nu mesmo, e ele de cueca – se encontraram e começamos a nos beijar! Os beijos foram ficando mais intensos e daí ele murmurou: “se bem que a gente pode tentar…” e nos encaminhamos para a cama.

Não precisou de muito, até ele pegar a camisinha e já colocar seu pau dentro de mim de novo. Ahhh que delícia! Essa estava sendo melhor que a primeira transa de quando chegamos. Muito melhor!!! Começamos comigo de bruços, até que após um tempo de estocadas me virei, e continuamos no frango assado. Gozou antes de mim, mas pedi que continuasse, pois estava quase lá também.

Depois que ambos gozaram, ficamos extasiados na cama, com ele dizendo “ainda bem que a gente tentou” rs. Minha vontade era de continuar deitada relaxando e curtindo aquela sensação pós-gozo, mas daí lembrei dele ter dito que estava com fome, e me apressei em tomar banho.

Quando terminei – o que foi um pouco demorado, já  que perdi a maior parte do tempo, tentando acertar a temperatura do chuveiro -, ele já estava pronto. Procurei me arrumar o mais rápido que pude, até ele começar a me apressar dizendo que estava com fome.

Engraçado que mesmo dando certo de transarmos no final, e ele ter gozado satisfeito, ainda assim, fiquei com aquela sensação de que não rolará mais repetecos – ou pelo menos não tão cedo – estranho né? Me deu carona até o metrô.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.