Perguntador

Dia com o Perguntador!

Após quase dois meses, nos reencontramos! O ponto de encontro foi o mesmo de sempre, em frente ao seu trabalho. Ele demorou alguns minutos para descer, mas nem pude reclamar, pois também me atrasei bastante naquele dia rs. Assim que ele veio, nos abraçamos, nos beijamos e sem perder tempo, fomos logo para o seu carro. Outra vez me levou para sua casa. 🤗 Após entrarmos e me mostrar o que havia de diferente, começamos a nos beijar.

Ele queria que a primeira transa fosse no seu sofá novo, mas acabou rolando na cama mesmo. 😈 Começamos com os amassos e fomos nos despindo. A transa se desenrolou muito rápido, ele começou a chupar minha xana, depois meus seios, o chupei também, e em pouco tempo já estava encapando e colocando pra dentro. Começamos no papai e mamãe. Eu estava muito excitada e logo comecei a me masturbar enquanto ele estocava bem gostoso. Porém, para minha frustração, ele gozou muito rápido, se desculpando por não ter me esperado, acrescentando que estava com muito tesão acumulado rs. Respondi que tudo bem, mas como ainda estava em ponto de bala, ao perceber que seu pau ainda estava duro, pedi que apenas trocasse a camisinha e continuasse. Preocupado em me satisfazer também, ele o fez rapidamente e então retomamos aquele sexo maravilhoso. ❤️

Dessa vez a transa durou bem mais e variamos as posições. Cavalguei um pouco, depois me pegou de quatro e gozei quando novamente me pegava por cima. Continuamos transando depois disso, pois achei que ele fosse ter sua segunda gozada, mas isso não aconteceu e preferimos fazer uma pausa. Daí nos vestimos de novo e fomos para a parte externa da casa. Ficamos sentados, conversando sobre a vida, enquanto ele bebia uma cerveja. Após bastante tempo de conversa, ele teve a ideia de almoçarmos fora, e lá fomos nós! O restaurante era muito bonito. Ficamos numa mesa bem reservada, com total privacidade. Conversamos muito, comemos e após um tempo considerável, voltamos para sua casa.

Assim que chegamos, ele ligou a TV e me deixou a vontade para escolher um filme, no intuito de repetirmos o que fizemos no nosso último encontro. Porém, como eu não estava encontrando nenhum filme que interessasse a ambos, ele acabou desanimando de assistir e falou que poderíamos fazer outras coisas. Então larguei o controle de lado e continuamos conversando.

Determinado momento da conversa, ele me pediu um momento e foi buscar um de seus livros para mim, sendo: “Amor é Prosa Sexo é Poesia” do Arnaldo Jabor. Ao me entregar, disse que eu poderia escrever algo naquele modelo, reunindo vários relatos que já postei aqui no blog, dentro de um contexto legal e tentar publicar. Fiquei bastante empolgada com a ideia, mas foi nesse momento da conversa, que de repente tudo despencou.

Achei que fôssemos partir para o segundo round a qualquer momento, no entanto, do nada ele me perguntou se poderia me levar de volta para o metrô, pois tinha batido um sono e ele queria dormir. Como assim? Eu estava lhe dando sono?! Procurei disfarçar a minha frustração e falei que tudo bem, que não tinha problema nenhum. Ele acrescentou que me acertaria pelo tempo que havíamos combinado, mas que precisava mesmo dormir. Novamente fiquei com aquela sensação de que não sairíamos mais, similar ao nosso terceiro encontro. Não o questionei, peguei minhas coisas e então fomos embora. 😕

Perguntador

Pernoite com o Perguntador!

Nos encontramos em seu trabalho como de costume, descemos até o estacionamento, e seguimos em seu carro para um lugar diferente: sua casa! Ao entrarmos, ele me apresentou cada cômodo como se eu fosse uma convidada especial, e quando chegamos no seu quarto (que era uma suíte), após me mostrar o banheiro, ficamos por alguns segundos parados na porta (entre o banheiro e o quarto), até que ele disse que estava com saudade do meu beijo, e então nos beijamos. ❤️

Depois disso, não preciso nem dizer que escorregamos para a cama rs. Ele despiu minha parte de baixo e já começou a me chupar bem gostoso. Chupou pelo tempo suficiente a facilitar sua entrada, daí logo em seguida pegou uma camisinha no criado mudo, e colocou para dentro beeeem devagar. Hummmm. Essa primeira transa foi rápida, mas deliciosa, ele bombeou no papai e mamãe até gozar. Depois colocamos as roupas de volta, e ele terminou de me mostrar o resto da casa.

Terminado o pequeno “tour”, nos sentamos na parte externa e ficamos conversando enquanto tomávamos chá, a noite estava maravilhosa, não estava esse frio de ontem e hoje. Depois de bastante tempo conversando e relaxando, ele teve a ideia de sairmos para comer, e me levou para comer comida japonesa! Eu só tinha comido yakisoba e temaki na minha vida, e esse último nem tinha gostado tanto, então fui com receio de não gostar rs.

Sentamos no balcão, e de tempos em tempos, o japa simpático nos servia alguma coisa diferente, num prato com duas porções (uma para o Perguntador e outra para mim), como se fosse um rodízio. Espantosamente eu gostei absolutamente de TUDO que comemos! Como disse o Perguntador na hora, era tudo uma “explosão de sabores” rsrs. Eram vários sabores misturados e tudo muito gostoso! Nunca pensei que pudesse gostar tanto de comida crua na minha vida! 😍 Rsrs. Claro que não consegui comer com aqueles palitos (que depois descobri se chamarem hashi); Na primeira e talvez até na segunda tentativa, eu consegui aos trancos e barrancos, mas na terceira vez, a comida deu cambalhota no prato, então a partir daí comecei a comer com a mão, e ele também, para não me deixar sozinha nessa. ❤️

Após um tempo considerável, nos demos por satisfeitos, e daí ele teve a ideia de me levar em um outro lugar, dessa vez para comermos algo doce. Fomos então para a loja da Ofner (eu nem sabia que existia loja dessa marca), e lá pedi uma fatia de bolo de morango delicioso que estava na vitrine, e ele um doce que parecia um churros gigante (esqueci o nome). Depois voltamos para sua casa.

Tivemos a ideia de assistir um filme. Ele separou uma roupa dele para eu vestir (que obviamente ficou grande, mas usei do mesmo jeito rs), e quando eu estava me despindo na sua frente para trocar de roupa, ele veio para perto de mim, e como se fôssemos ímãs, começamos a nos beijar! Logo fomos parar na cama novamente hehe. Muitos amassos, ele me chupou de novo, até que pegou uma nova camisinha. Ahhh que delícia!  Outra vez penetrou no papai e mamãe, enquanto nos beijávamos durante suas investidas. Dessa vez gozei também, comecei a me masturbar e gozamos praticamente juntos. MA-RA-VI-LHO-SO!

Depois voltamos para a sala, e deitamos no sofá para assistir o filme. Bom, na verdade, perdemos um tempo antes, tentando achar um filme legal rs, daí escolhemos um chamado “Mulheres Ao Ataque” com a Cameron Diaz!

Filme Mulheres Ao Ataque

Uma comédia bem legal! A mulher do cara (essa da esquerda) descobre sem querer que está sendo traída, quando a personagem da Cameron (sem saber que ele é casado) resolve fazer uma surpresa para o cara, e vai na casa dele vestida toda sensual. Quem abre a porta é a mulher dele, e daí tudo vem à tona. A esposa do garanhão, fica na cola da Cameron a partir daí, querendo ser sua amiga, já que não podia desabafar com mais ninguém sobre o ocorrido. 😂 A Cameron interpreta uma mulher bem fria e desencanada, que nem queria mais saber do cara, após descobrir a verdade sobre ele, e foi justamente isso que tornou tudo ainda mais engraçado, já que a mulher dele a perseguia como um cachorro sem dono rs. Depois elas descobrem a existência de mais uma amante, e lá vem mais história…

Enfim, não assistimos até o final, pois em determinada parte (mais especificamente naquelas passagens com música em primeiro plano), começamos a nos beijar, e como um beijo nosso nunca é só um beijo, dali a pouco já estava chupando seu pau toda esfomeada. Do sofá pulamos para a cama. Continuei o chupando mais um pouco lá, até que encapamos e novamente ele veio por cima (nossa posição preferida), bombeou por um tempo, gozei antes dessa vez, e após alguns minutinhos, ele gozou também. 😊 Depois fomos escovar os dentes, desligamos a TV e deitamos para dormir.

No dia seguinte, ele acordou antes de mim, quando ainda estava escuro (depois me disse ser cinco da manhã), fez suas coisas e me deixou dormindo quietinha. Daí, lá para umas 8h, o ouvi entrar no quarto e fingi estar dormindo rs. Como ele não fez nenhum movimento ou barulho, fiquei curiosa, abri os olhos, e dei de cara com ele me olhando! Levei o maior susto! Hahahaha.

Ele estava cheio de vontade, e acabamos transando de novo. Eu não estava muito empolgada a princípio, devido aos resquícios do sono, mas sabido como é, me chupou primeiro, para me animar, e daí foi que foi rs. Veio por cima e gozou rapidamente. Depois fui me banhar, ele também, e então tomamos café da manhã juntos. Depois fomos embora, ele foi trabalhar e eu voltei para casa. Mais um encontro maravilhoso! ❤️

Perguntador

Viagem com o Perguntador – 3° Dia!

O que era doce estava para se acabar. ☹️ Acordei com ele me encoxando, mas como não estava muito afim de sexo naquela hora, demorei para atender às suas investidas. Ele me chupou um pouco no intuito de me animar, o que acabou funcionando. 😏 Encapou e transamos no papai e mamãe, ejaculou rapidamente, não trocamos de posição. Daí ele foi se banhar, enquanto continuei deitada. Depois me banhei também, enquanto ele lia os jornais, sentado na varanda. Quando terminei de me aprontar, fomos tomar o café da manhã.

Após voltarmos para o quarto, começamos a arrumar nossas coisas, o horário do check-out se aproximava, e apesar dele continuar no Rio, não permaneceria no hotel. Perto de irmos embora, me deu uma vontade louca de transar, já ele estava sossegado, então provavelmente não transaríamos, caso eu não o provocasse hehehe. Então comecei a beijá-lo e perguntei senão teríamos a saideira. Felizmente ele correspondeu, e demos uma rapidinha. 😏 Dessa vez ele me pegou de quatro e frango assado, gozando nessa última. Quando terminamos apenas nos vestimos, não dava tempo de tomar outro banho.

Deixamos o hotel em torno de uma hora antes do meu voo. Era o tempo necessário para chegarmos no aeroporto – ele me deixaria lá, e depois seguiria para seu trabalho lá no Rio -, mas infelizmente pegamos um trânsito próximo de Santos Dumont, o que fez com que eu perdesse meu voo. Por causa de cinco míseros minutinhos, não consegui embarcar! ☹️ – Engraçado que quando era conveniente que o voo atrasasse, isso não acontecia 😤 -. Fomos nos comunicando e alterei minha passagem, conforme ele autorizou. – À essa altura ele já tinha ido, pois aproveitou o mesmo táxi. – Fiz o novo check-in e já fui para a sala de espera. E é isso, esse foi o nosso incrível fim de semana. 😊

Perguntador

Viagem com o Perguntador!

Um fim de semana conto de fadas, é a melhor maneira para definir esses três dias que passamos no Rio. Essa foi a primeira vez que viajei para ficar com um cliente; Uma vez quase aconteceu, com o Francês, mas não fomos adiante, pois na época acabei entrando em período menstrual. Nesse caso, o Perguntador já estava lá a trabalho, e comprou minha passagem para que eu embarcasse no sábado de manhã.

Assim como fiz com o post do pernoite com o Francês, para não ficar um relato ainda mais extenso, postarei em três partes, sendo essa do primeiro dia (sábado), depois de domingo e por ultimo segunda.

Infelizmente o meu voo atrasou, mas nada que pudesse estragar a minha viagem. Quando desembarquei no Rio, a primeira coisa que pensei, foi: “ele me enganou!”, pois havia me dito que o tempo lá estava “gostoso” (o que tomei como “quente”), mas que nada! Estava tão nublado quanto em São Paulo! Rs. Não tão frio obviamente, mas ainda sem o sol que eu estava esperando, e detalhe, só tinha levado vestidos e roupas de calor! 😕

Enquanto esperava minha mala aparecer na esteira, acabei comentando alto: “Que tantas caixas são essas?!”, (pois só aparecia caixas e mais caixas na tal esteira, malas que era bom, nada), e daí um cara do meu lado sorriu para mim, achei que ele estava rindo do que eu comentei por compartilhar do mesmo pensamento, mas daí ele começou a puxar conversa, perguntando se eu estava ali a passeio, e dizendo (sem nem mesmo eu ter perguntado “e você?”) que ele veio para uma conferência e que ficaria por uma semana. A princípio achei que ele fosse gay, pelo seu jeito enfrescalhado de falar, mas depois tive a impressão que estava querendo flertar rs. No exato momento em que ele terminou de falar que ficaria no Rio por uma semana, avistei minha mala e levantei sem dizer nada (estávamos sentados lado a lado, naquelas cadeiras do aeroporto), daí para não parecer mal educada, assim que a peguei e ia me encaminhar para a saída, me virei na sua direção e disse tchau, ele acenou ainda sorrindo.

Conforme as instruções do meu cliente, peguei o táxi e indiquei o caminho do hotel. A corrida foi rápida, ficando menos de R$ 20 – que o taxista teve a cara de pau de arredondar de 17 para 20 🙄 -. Quando cheguei no hotel, que era muito bonito, mandei mensagem para o Perguntador, avisando que tinha chegado, e daí, ele fez uma brincadeira que para ser bem sincera, não gostei nada!

Print whatsapp
😳

Quando li aquilo, por um minuto pensei que fosse verdade. Senti uma coisa estranha por dentro, e comecei a pensar em como faria para antecipar minha passagem de volta; Também o bloquearia, sem sombra de dúvida, para nunca mais falar com ele na minha vida! Nisso o taxista já tinha saído e estava tirando a minha mala do carro. “Não, ele não seria tão maldoso assim, ele gastou dinheiro com a minha passagem, não poderia ser tão filho da puta.”  – pensei durante esse um minuto, enquanto ele não desmentia. Fiquei tão assustada com a possibilidade disso ser verdade, que ainda assim não consegui ficar aliviada por completo, quando ele mandou essa outra:

Print whatsapp

Ao invés de eu entrar no hotel sorrindo, com o funcionário já levando minha mala, minha cara era de tensão, vai que não fosse verdade que ele estava no quarto?! A recepcionista me recebeu a todo sorrisos, falei o nome dele, mas daí ela ignorou e perguntou o meu, “ai meu Deus, será que ela nem sabe de quem eu estou falando?!” Pensei aflita, enquanto lhe passava meu documento. Ela me perguntou aqueles dados rotineiros para o check-in, até que ao final, lhe perguntei: “O Fulano de tal está hospedado aqui?”, daí ela nem precisou responder, pois nesse exato momento ele apareceu do meu lado, rindo a beça da minha pergunta. 🙄

O hotel possuía um estilo rústico, o que adorei, me senti mais próxima da natureza enquanto ficamos hospedados lá. Após me encontrar na recepção, fomos para o quarto, que era super aconchegante, havia até varanda e um gramado mais a frente. Assim que entramos e acomodei minha mala num canto, ele me abraçou e disse que estava feliz por eu estar ali, eu também estava, devo confessar, aquele fim de semana prometia! Animadamente ele falou “Vamos passear?”, mas acho que estava só me testando, duvido que sairíamos daquele quarto sem uma transada de boas vindas rs. Tirei o sapato e a meia fina, enquanto ele fechava a porta da varanda, percebendo minhas reais intenções rs. Começamos a nos beijar loucamente, até que nos encaminhamos para a cama. Rapidamente fiquei sem roupa, ele me deitou na beirada da cama e começou a me chupar, hummm que delícia! Após um tempo me paparicando, encapou e logo colocou pra dentro, me pegando bem gostoso no papai e mamãe. Comecei a me masturbar e após um tempo gozei. Como se estivesse só me esperando, ele também gozou alguns segundos depois de mim. Que delícia de transa! Ficamos um tempo deitados nos recuperando.

Durante esse descanso, ele falou sobre seus planos para aquele dia. Falou sobre me levar no morro do Vidigal, num barzinho chamado “Bar da Laje”, que possui uma vista incrível. Achei a ideia fantástica, pois já tinha ouvido falar que o morro do Vidigal é considerado turístico, devido a visão que temos lá de cima. Ele combinou com um taxista de ir nos buscar, e enquanto o mesmo não chegava transamos outra vez hehehe, da mesma forma que a primeira transa, sem nenhuma variação, ele veio por cima e até que gozou bastante rápido, para uma segunda gozada rs.

O taxista nos deixou até uma parte do caminho, e tivemos ajuda de uma menininha para chegar no tal bar. A garota era mesmo adorável, negra, magrinha, devia ter uns 10 anos, e usava um batom roxo claro nos lábios, que era um charme! Durante esse pequeno trajeto que fizemos a pé, pude conhecer um outro lado do meu cliente, ele era mesmo um homem muito simples, conversava com a menina na maior simpatia, fazendo com que ela também ficasse a vontade conosco. A achei muito esperta, e provavelmente sempre levava as pessoas até o tal barzinho em troca de alguns trocados, pois em determinado momento ela disse que estava juntando dinheiro para comprar salgadinho, uma maneira sutil de pedir dinheiro rs. Meu cliente lhe deu R$ 10 e ainda assim, a danadinha disse que faltava mais 10 para conseguir comprá-lo! Mas que salgadinho caro era aquele?! 😂

O bar da Laje era bem frequentado, tivemos até que fazer um cadastro antes de entrar. Era composto de dois andares: o de cima que era mais movimentado, com música ao vivo (pagode) e mesas a céu aberto; e o andar de baixo – ao qual ficamos – com mais privacidade e menos barulho, ideal para nossas conversas durante os drinks. ☺️

Vista do Bar da Laje
Vista do Bar da Laje

Ficamos no bar até umas 18h, conversando, comendo e bebendo, o tempo passou super rápido, quando vi já estava de noite. O taxista nos buscou no mesmo lugar em que havia nos deixado, e novamente a garotinha nos acompanhou, agora já sem o charmoso batom.

Voltamos para o hotel e novamente transamos. Não vou ficar aqui detalhando a transa em si, pois além de ter muita coisa para contar, não teve nada de diferente em relação as transas anteriores, como já devem ter percebido nos relatos de repetecos com ele, sempre fazemos na mesma posição, o que não quer dizer que seja ruim, ou entediante, muito pelo contrário! Pois é desse jeitinho mesmo que gostamos, e o encaixe é sempre perfeito! 😋

A noite era uma criança e podíamos fazer qualquer coisa, no entanto, eu não estava muito animada para sair, e felizmente ele também não, então resolvemos jantar no restaurante do hotel mesmo, para depois voltarmos para o quarto. O jantar foi lindo, me senti dentro de um filme, o lugar era bastante sofisticado e sua iluminação nada mais que uma penumbra, o que tornava o ambiente ainda mais incrível. Depois de comermos aqueles  “pratos” deliciosos, voltamos para o quarto e ficamos um tempo sentados nas cadeiras da varanda conversando, enquanto digeríamos a comida.

Meu cliente tem o hábito de dormir cedo, já eu não, mas nesse dia, por eu ter acordado consideravelmente cedo para pegar o voo, também estava com bastante sono (talvez por isso que nem me animei em sair a noite), então foi a combinação perfeita, após um tempo de conversas na varanda, escovamos os dentes e fomos para a cama. Adormeci rapidamente. 💤💤💤

Perguntador

Repeteco com o Perguntador!

O esperei na calçada de uma das estações da linha amarela, até que avistei o seu carro. Fomos ao motel de sempre. Entramos, nos beijamos e ficamos um tempo nos amassos, me chupou brevemente e logo transamos.

Começamos com ele por cima, me masturbei enquanto bombeava e gozei após um tempo. Fizemos uma pausa, mas continuamos deitados, trocando carícias, depois retomamos de ladinho. Mais um tempo assim, até que retirou o pau (preferiu finalizar na punheta). Após gozar comigo sussurrando putarias no seu ouvido, fomos para a piscina.

Ficamos um tempo naquela água aquecida, conversando e trocando beijos. Depois nos banhamos e fomos embora (havíamos fechado duas horas, que inclusive passam muito rápido quando estou com ele). Me deu carona até o mesmo metrô em que nos encontramos.

Perguntador

Repeteco com o Perguntador!

Como sempre, o encontrei em seu trabalho e de lá seguimos para o motel. Entramos, não perdemos tempo e já começamos a nos beijar. Nos despimos rapidamente e pedi que se deitasse. Desci para seu pau e o chupei por um tempo. Depois ele me chupou também, e logo transamos!

Ele veio por cima no papai e mamãe e não demorou muito para gozar. Depois ficou se desculpando por ter gozado antes de mim rs, falei que não tinha problema, no próximo round eu gozaria também rs.

Ficamos conversando por um tempo, enquanto ele bebia a cerveja que pediu na recepção, assim que chegamos. Depois fomos para o segundo round. Essa segunda metida já foi bem mais duradoura. Começamos no frango assado e gozei rapidamente enquanto me masturbava. Depois me pediu para ficar de quatro e bombeou incansavelmente. Achei que ele fosse gozar nessa hora, mas estava a todo vapor! Daí me pediu para transarmos no sofá, o obedeci e me sentei no braço do móvel, ficando com as pernas abertas para que entrasse com facilidade. Ele parecia uma máquina, metia rápido e com bastante força! Novamente achei que fosse gozar assim, mas acabou se cansando. Voltamos para a cama e comecei a cavalgar. Cavalguei por um tempo, mas não foi o suficiente, ambos cansamos sem que ele conseguisse ter a sua segunda gozada. ☹️

Fizemos uma pausa, fui para a piscina e ele voltou a bebericar sua cerveja, se deitando naquelas cadeiras de plástico, me fazendo companhia. Ele não queria entrar na água, mas felizmente, com jeitinho consegui dobrá-lo. 😌 Ficamos um tempo na água juntos, até que o clima foi esquentando e transamos novamente, comigo pendurada em sua cintura. Infelizmente não gozamos, mas mesmo assim foi muito gostoso. 😛

Voltamos a entrar na água depois disso, mas por pouco tempo. Depois fomos nos banhar, o tempo já estava quase no fim (fechamos 2:00). Me deu carona até o metrô da linha amarela. Mais um encontro adorável e muito gostoso! 😁

Perguntador

Pernoite com o Perguntador!

Lembram quando eu disse no último relato, que achava que não fôssemos mais sair? Felizmente era só impressão minha! Ele quis, e dessa vez foi logo um pernoite! 😍

Nos encontramos de frente à estação do metrô. Acredito que assim como eu, ele também possuía grandes expectativas para aquela noite, que realmente foi incrível, apesar dos percalços.

O plano inicial era nos hospedarmos num determinado hotel, um muito bonito, diga-se de passagem, mas infelizmente acabou não dando certo, pois o recepcionista que o atendeu, explicou que não poderia aceitar seu cartão corporativo. Meu cliente ainda tentou argumentar, mas não teve jeito, tivemos que ir embora. 😕

Enquanto traziam seu carro de volta, procurei acamá-lo, lhe dizendo que aquilo acontecia, e que era normal um hotel daquele porte ter algumas frescuras. Obviamente ele estava sem graça pela situação, mas eu estava tranquila, pois sabia que apesar do ocorrido teríamos uma noite incrível juntos, independente do lugar.

Ele sugeriu de tomarmos uma bebida em algum lugar, e aceitei. Fomos então para um barzinho na região, e pedimos um drink. Ele pediu Gim-tônica para si, e eu aceitei a sugestão do garçom (que a propósito nem foi tão boa assim rs). Enquanto aguardávamos, ele se recostou na parede, comigo à sua frente, colada no seu corpo, o beijando, sendo encoxada de leve, me sentindo uma adolescente de novo rs.

Quando o drink chegou (o que demorou algum tempo), acabei não gostando muito do meu (tinha gosto de café com leite gelado, ugh!), e acabamos dividindo o drink dele (Gim-tônica é mesmo muito bom!). 😝

Depois fomos para o mesmo motel que costumamos ir, aquele sim não teria erro! Rs. Mal entramos e começamos a nos beijar. Muitas passadas de mão, muitos amassos, até que fomos para a cama. Ele se deitou por cima de mim, me despindo aos poucos. O chupei bem gostoso, que retribuiu gloriosamente. Eu já estava com bastante tesão, então pedi encarecidamente para transarmos logo! Ele não aceitou de primeira, dizendo que era gostoso me chupar (ou seria me torturar?), até que finalmente atendeu ao meu pedido. Nessa primeira transa não tivemos muita variação (afinal né, a primeira da noite é sempre a mais sedenta), gozamos com ele me pegando gostoso no papai e mamãe.

Depois ficamos conversando sentados à mesa, enquanto tomávamos outro drink, e a hidro enchia. Antes de irmos para a água, transamos outra vez (haja pique!), essa já foi mais demorada e varíamos as posições, além do delicioso papai e mamãe que adoro, também fui por cima e de quatro. Não me lembro se gozei nesse momento, mas tenho quase certeza que sim, já que estava muito bom hehehe. 😎

Quando fomos para fora do quarto, ele ativou a sauna, e “usei” junto com ele (pela primeira vez na vida!). Usei entre aspas, porque na verdade não aguentei ficar lá dentro rs, como não estou acostumada, achei muito abafado! Rsrs. Falei pra ele que aquele vapor todo estava me deixando sem ar, e então fomos para a piscina.

Que de-lí-cia entrar na piscina aquecida àquela hora! Ficamos abraçados o tempo todo, nos beijando, com minhas pernas entrelaçadas em sua cintura. Conforme os beijos foram ficando mais quentes, o tesão foi aumentando e transamos ali mesmo, na área da piscina! Ahhhh que gostoso!!! Nessa terceira transa fiquei pendurada na sua cintura, comecei a me masturbar e gozei de novo, in-ten-sa-men-te! Ele também gozou após mais estocadas.

Depois fomos tomar banho, para tirar aquele cheiro de cloro, que ele tanto detesta, do corpo. Tomamos juntos, rindo muito e conversando. Senão me engano, rolou mais uma transa quando saímos do chuveiro – foram tantas vezes que algumas nem me lembro direito rs -.

Depois fomos para a hidro, que já estava prontinha à nossa espera, porém ficamos pouco tempo nela. Em determinado momento ele já quis sair, me deixando a vontade para ficar mais se eu quisesse. Quando resolvi sair, algum tempo depois, me juntei à ele, que estava tomando outro drink sozinho no quarto.

Durante a bebida e o papo, ele resolveu pedir algo para comermos. Aceitei sua sugestão (bife ao molho de mostarda) e torci para que a experiência não fosse ruim como com o drink do bar rs. Enquanto a comida não chegava, ele me contou mais sobre seu trabalho, e foi impressionante entrar no seu mundo por um instante, ele era mesmo muito inteligente! 🤓

A escolha da comida não poderia ter sido melhor! Homem de bom gosto! Depois de comermos, escovamos os dentes e fomos para a cama, mas não para dormir (ainda hehe). Transamos outra vez, mas não consigo dar detalhes, pois como falei, foram tantas transas similares na noite, que de verdade, não lembro direito, sem contar que estava um pouco “altinha” dos drinks rs. Ele dormiu rapidamente depois de gozar, já eu demorei para pegar no sono, não parava de me revirar na cama. ☹️

Pela manhã, acordei com ele me encoxando, roçando seu pau na minha bunda. Eu ainda estava com muito sono, então não consegui corresponder à altura. Ele perguntou se podíamos transar rapidinho, que ele estava há um tempão com vontade, permiti, mesmo sem estar muito empolgada. Para minha sorte ele gozou super rápido, e ainda se desculpou por isso rs, falei pra ele que não precisava se desculpar, pois eu estava com bastante sono mesmo rs.

Daí ele me deixou a vontade para continuar dormindo, e o vi saindo para a parte da piscina. Apesar de ainda estar com sono, não consegui voltar a dormir como antes, devido ao fato de estar sozinha na cama, então me levantei e fui tomar um banho.

Quando terminei e fui para onde ele tinha ido, não o vi de imediato, e levei alguns segundos para assimilar que ele pudesse estar na sauna. Me juntei a ele e dessa vez consegui aguentar mais tempo lá dentro rs. Depois caímos na piscina, mas ficamos pouco tempo, logo ele quis sair.

Ao voltarmos para o quarto, ele tomou a iniciativa sobre já irmos embora (era entre 8h ou 9h), perguntei se ele não ia querer dar uma saideira, mas sensato como é, respondeu que ambos devíamos estar cansados (e era verdade, minha xana estava mesmo cansadinha). Não contestei e fui secar meu cabelo. Depois nos vestimos, e ele me deu carona até a estação do metrô. Noite incrível, com uma pessoa incrível! Não poderia ter sido melhor! ❤️

Perguntador

Repeteco com o Perguntador!

O encontrei em seu trabalho. Várias pessoas saindo para almoçar e me senti uma namoradinha esperando ele sair também rs. Pegamos o elevador até o estacionamento, e seguimos em seu carro até o mesmo motel da última vez.

Suíte 14. Ao entrarmos no quarto, ele começou a se despir rapidamente e procurei fazer o mesmo. Logo começamos a nos beijar, até que me agachei para chupá-lo. Após pouco tempo de oral, me deitou e começou a me chupar também. De repente me pediu para ficar de quatro, achei que já fosse querer transar, mas não, continuou me chupando, frente e trás sem nenhum pudor.

Encapamos. Me pediu para tentarmos de pé, comigo pendurada em sua cintura. Foi gostoso, mas não durou muito – imagino que deve ter sido complicado pra ele, meter e ao mesmo tempo sustentar o meu peso rs -. Quando me deitou na cama, perguntei se não ia querer de quatro, conforme falou na mensagem, mas disse que gosta de me beijar enquanto mete. Hummmm. (Ou disse olhar? Já nem lembro direito rs).

Ele bombeou por um tempo e cansou. Daí me pediu para sentar em seu rosto, e voltou a me chupar. Depois disso, o chupei outra vez também, retirando a camisinha. Enquanto eu chupava, o dito cujo foi amolecendo, e estranhei, isso nunca tinha acontecido com a gente. Será que eu estava perdendo a graça pra ele? Fizemos uma pausa.

Daí ficamos na parte onde tem a piscina, sentados naquelas cadeiras de plástico, conversando. Após um tempo de conversa, ele virou pra mim e disse que provavelmente não ia rolar de transarmos de novo, pois estava com fome, e falou de irmos embora. Ao ouvir aquilo senti como se nunca mais ele fosse querer sair comigo, tava meio óbvio né, o pau amoleceu sem nem mesmo gozar, e não ia subir de novo, que lembrança boa ele teria para querer bis? 😪

Quando nos levantamos para voltarmos ao quarto e nos vestirmos, nossos corpos semi nus – no meu caso estava totalmente nu mesmo, e ele de cueca – se encontraram e começamos a nos beijar! Os beijos foram ficando mais intensos e daí ele murmurou: “se bem que a gente pode tentar…” e nos encaminhamos para a cama.

Não precisou de muito, até ele pegar a camisinha e já colocar seu pau dentro de mim de novo. Ahhh que delícia! Essa estava sendo melhor que a primeira transa de quando chegamos. Muito melhor!!! Começamos comigo de bruços, até que após um tempo de estocadas me virei, e continuamos no frango assado. Gozou antes de mim, mas pedi que continuasse, pois estava quase lá também.

Depois que ambos gozaram, ficamos extasiados na cama, com ele dizendo “ainda bem que a gente tentou” rs. Minha vontade era de continuar deitada relaxando e curtindo aquela sensação pós-gozo, mas daí lembrei dele ter dito que estava com fome, e me apressei em tomar banho.

Quando terminei – o que foi um pouco demorado, já  que perdi a maior parte do tempo, tentando acertar a temperatura do chuveiro -, ele já estava pronto. Procurei me arrumar o mais rápido que pude, até ele começar a me apressar dizendo que estava com fome.

Engraçado que mesmo dando certo de transarmos no final, e ele ter gozado satisfeito, ainda assim, fiquei com aquela sensação de que não rolará mais repetecos – ou pelo menos não tão cedo – estranho né? Me deu carona até o metrô.

Perguntador

Repeteco com o Perguntador!

Nos encontramos numa estação da linha amarela e de lá fomos até seu trabalho, que ficava a poucos passos da estação. Essa foi a primeira vez que um cliente me levou até seu local de trabalho e confesso que fiquei impressionada, por ter se arriscado em me mostrar algo tão pessoal da sua vida! Passamos pela recepção, ele se despediu de algumas pessoas acenando e pegamos o elevador até o estacionamento.

De lá seguimos para o motel de sua escolha, um que eu nunca tinha ido. Durante o percurso demos alguns beijos nos faróis fechados e por acaso acabei passando a mão no seu pau, que já estava duro dentro da calça jeans. 😏

O quarto era mesmo lindo! Além de espaçoso tinha piscina, hidro e sauna. Ele levou uma caixinha de som dessa vez e já colocou as músicas do seu celular para tocar. Assim que entramos no quarto, não perdemos tempo e começamos a nos beijar! Sem sombra de dúvida esse encontro prometia ser ainda melhor que o primeiro! 😎

Começamos com as devidas preliminares, mas foi tudo muito rápido, estávamos com o sangue quente, sedentos por sexo! O chupei com ele ainda de pé, depois ele tirou toda minha roupa às pressas, me deitou na cama e me chupou todo feroz – até pedi que fosse mais suave, pois minha xana é um pouco sensível rs -, em pouco tempo encapamos e ele veio por cima, num sexo ardente e muito gostoso! Comecei a me masturbar e gozei mais rápido do que imaginava, ele ficou ainda mais louco quando viu que gozei no seu pau e em poucos segundos gozou também.

Ficamos um tempo na cama curtindo o pós-sexo, depois ele encheu a hidro para nós. Fiquei empolgada pela piscina, mas ele disse que preferia que fôssemos para a hidro, devido ao cloro da água.

Passamos um momento incrível na banheira! O teto do lugar abria, ele apagou as luzes e somente a luz azul da banheira nos iluminava, suas músicas tocando de fundo, com o papo legal que estávamos tendo, tudo estava perfeito! ❤️ Conversamos por bastante tempo, até que começamos a nos beijar. Daí conforme os beijos foram ficando mais intensos, saímos da água e voltamos para a cama.

Mais preliminares até que encapamos e dessa vez fui por cima. Novamente me masturbei e gozei gostoso. Depois que cheguei ao clímax, ele pediu que me deitasse de bruços, o obedeci e após mais um tempo de estocadas, gozou nessa posição. Ahh que delícia transar com ele! 😛

Depois o tempo já estava chegando ao fim (havíamos fechado duas horas). Assim como no primeiro encontro ele se vestiu rápido, mas me deixou a vontade para tomar banho e me arrumar rs. Mais um encontro fantástico! Torcendo pelo repeteco! 😊

Perguntador

Cliente 105 – “O Perguntador”

Quarto 203. Ele era exatamente igual a foto do whats. Entrei, nos sentamos e começamos a conversar. Me encheu de perguntas, mas não me senti incomodada pois percebi que queria apenas me conhecer melhor, no entanto, ainda assim não respondi a tudo que perguntava rs. Me pareceu ser bastante culto, trabalha com publicidade e possuía um papo inteligente.

Depois de um tempo de conversa, nos levantamos e começamos a nos beijar. Ele beijava muito bem e o encaixe foi perfeito! Ficamos um tempo nos beijando e nos amassando, até que dei uma pausa, me dando conta do silêncio e fui ligar o som. Assim que voltei para ele, rapidamente me envolveu em outro beijo, daí foi tirando meu vestido e me agachei para chupá-lo. Após chupar aquele pau delicioso, me deitou na cama, ainda me beijando. Achei que já fosse querer transar e falei de pegar a camisinha, no entanto ele me ignorou e desceu para me chupar também. Mais beijos e amassos até que iniciamos a “transação”.

Começamos no frango assado, metia gostoso e incansável. Depois de um tempo considerável metendo, gozou com gemidos e cara de dor. Hehehe. Ficamos um tempo deitados, com ele extasiado. Depois voltamos para a mesa, para mais conversas enquanto ele se recuperava. Nesse momento citou que poderia me indicar – se eu quisesse – em dois meios de comunicação que possuía contatos, para vaga de estágio. Isso me animou muito, mas no segundo seguinte me lembrei que para isso, ele acabaria descobrindo tudo sobre mim, já que teria que lhe encaminhar meu currículo. Desanimei. Daí ele acrescentou que se eu não quisesse me expor de tal maneira, poderia então me passar o contato das pessoas responsáveis pelo estágio. Novamente me animei e desanimei rapidamente, afinal, quem me garantia que tal pessoa, não estaria em comum acordo com ele, apenas para lhe fornecer as devidas informações posteriormente? Droga. Seria legal uma vaga de estágio em qualquer um dos dois lugares que mencionou, mas como poderia confiar numa pessoa que acabava de conhecer? 😔

Segundo round. Comecei por cima, mas não cavalguei muito, pois logo me virou e me pegou bem gostoso no papai e mamãe. Me masturbei mas não consegui gozar, já ele teve a sua segunda gozada, me deixando super feliz e satisfeita (adoro proporcionar prazer aos meus clientes). 😌 Ficamos na cama conversando bastante, ele continuava com suas perguntas e determinado momento, soltei: “você pergunta demais, hein?!”, daí ele explicou que fazia parte da sua profissão e que muitos publicitários até evitam perguntar, para que o outro não capte a sua ideia ou até mesmo desenvolva a sua própria, através de tal pergunta.

Terceiro round! Me pegou novamente no frango assado e me empenhei em gozar também, estava sendo muito gostoso transar com ele para que eu ficasse chupando dedo. Ahh que delícia! Pouco tempo após eu gozar ele gozou também, eita homem disposto! Depois disso, descansamos mais um pouco, até que após quase duas horas horas juntos, ele disse “Vamos?” (o cliente tomando a iniciativa?! Uau!). O ruim é que nem tive tempo de tomar banho, porque ele se vestiu tão rápido, que fiquei sem graça de demorar. Parecia até que estava com pressa em ir embora rs. Acabamos pegando o metrô juntos, mas desceu logo na próxima estação. Adorei! 😈