Cliente 126 – “O Tenso”

Quarto 175. Assim que entrei, ele disse: “Oi! Eu sou o ***** e você é a Sara!” (me segurei para não rir demais nessa hora rsrs), respondi com um sorriso controlado: “Simmm rs”, daí ele continuou com sua conversa didática: “Temos duas horas! Bastante tempo para fazermos tudo com calma, conversar bastante”, novamente concordei rs. Por esse pequeno diálogo inicial, me pareceu que ele estava bastante nervoso com a situação. Nos sentamos na cama e conforme sua vontade, começamos a conversar.

Após um tempo de papo, ajeitei o travesseiro e deitei, enquanto continuávamos conversando, percebi que ele ficou um pouco mais relaxado quando fiz isso, e se deitou também. Aos poucos ele foi passando a mão timidamente pelo meu corpo, e discretamente foi tirando minhas peças de roupa. Daí começamos a nos beijar.

O beijo…bom, devo admitir que não curti muito, infelizmente, pois até então estava gostando do papo, mas o seu beijo realmente não me agradou em nada. Ele colocava a língua para fora e ficava rodando, como se estivesse chupando uma xana. Já peguei vários caras com beijos assim e confesso que não é nada excitante. Não sei se acabei fazendo alguma careta enquanto o beijava, espero que não, pois depois de um tempo percebi que ele beijava de olho aberto rs.

Nos beijamos bastante, até que comecei a pegar no seu pau. O dito cujo soltava muita baba, tanta, que quando fui chupá-lo, por mais que eu tirasse o excesso com a minha mão, sempre vinha mais, então expliquei que devido a isso, o chuparia com camisinha, ele todo bonzinho e compreensível, disse que eu não era obrigada a fazer nada que eu não quisesse, o que adorei, e apesar de não ter gostado do seu beijo, ganhou alguns pontinhos comigo por isso. 😊

Quando o encapei para o oral, ele pediu por 69. O obedeci, no entanto ele não me chupou, deu alguns beijos na minha coxa e nada mais, nem o questionei (até porque eu também não iria o chupar sem camisinha) e depois de alguns segundos, eu mesma saí de cima por espontâneo. Quando fomos transar, começamos comigo por cima. Ele parecia não estar gostando, não gemia e sua cara era de grande tensão. Perguntei se estava tudo bem, e depois me explicou que se ficasse relaxado seu pau amoleceria, por isso a cara séria – e realmente, quando o chupei pela segunda vez, ora seu pau amolecia, ora endurecia -. A transa não vingou, voltamos aos beijos. Tentamos transar pela segunda vez em outra posição, após eu chupá-lo de novo, com ele vindo por cima. Tivemos menos sucesso ainda rsrs, o pau chegou a entrar, mas não se manteve duro lá dentro. Ele desencanou e sem demonstrar qualquer frustação por isso, sugeriu de pedirmos algo para comer, concordei de bom grado, seria bom mudarmos o foco por hora. Conversamos bastante pelo resto do tempo juntos, e mesmo enquanto comíamos era papo que não acabava mais, nossos interesses combinavam, tornando ainda mais agradável o diálogo.

Quando fui me banhar para irmos embora, ele veio com uma proposta, o que a princípio me deixou desconfiada, devido a seriedade da sua introdução ao assunto rs. Ele propôs de eu ser a sua acompanhante no sentido literal da palavra, para que o acompanhasse em lugares, como no cinema, em comédia stand up e etc. A proposta não me pareceu ruim já que na cama não demos muito certo rs. Respondi que aceitaria, mas com algumas regras: não trocaríamos nenhum tipo de carícias em público, e nos comportaríamos como se fôssemos dois amigos passeando; também não iríamos em determinados cinemas, onde eu pudesse correr o risco de encontrar alguém conhecido. Ele respondeu que aceitava todas as minhas condições, e agora vamos aguardar para ver se dá certo. Fomos embora juntos até o metrô.

4 comentários em “Cliente 126 – “O Tenso”

  1. Beijo estilo sexo oral ainda não conhecia rs O mais estranho que já passei foi o beijo aspirador de pó rs A mulher ficava sugando o tempo todo como aspirador… 😛

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.