Repeteco com o Maravilhoso!

Sexta-feira passada, calhou de eu conseguir antender. Quarto 163 (o mesmo que da nossa primeira vez, que aliás ele fez questão de escolher). Entrei, nos abraçamos e ficamos conversando, enquanto trocávamos carícias. O assunto principal nesse primeiro momento, foi o presente que ele tinha levado para mim. Há alguns meses desde o nosso primeiro encontro, ele já me falava desse presente, e se aproveitando da minha curiosidade, ficou fazendo muito mistério e especulações. Teve uma hora que até brincou que fosse um carro, fiquei tensa nessa hora. 😳

Quando percebi que apesar do presente estar ali, ele não iria satisfazer minha curiosidade tão cedo, começamos a nos beijar pra valer. Ele não é afobado e tudo foi conduzido com bastante calma. Chupou meus seios e beijou bastante a região do meu pescoço. Quando se deu conta que não aguentaria mais esperar, já foi me encaminhando para o lado da cama, ao qual estavam as camisinhas, prontas para uso. Sabendo que ele não gosta que eu o chupe sem preservativo, já encapei, mas nem consegui me demorar no oral, pois ele foi tirando minha boca com delicadeza. Via se que estava fazendo um grande esforço para não gozar. Nisso já fui me deitando de barriga para cima, para que ele viesse no papai e mamãe. Foi questão de segundos, ao introduzir seu pau dentro de mim, adivinhem só, ele gozou! Não houve tempo sequer para uma estocada, entrou e já gozou, simples assim rs. Junto com o ato, ele disse “tá vendo? É muito difícil não gozar rápido com você”, você já gozou??”, perguntei um pouco incrédula, e ele “pode rir de mim”. Rir jamais, encaro isso como um elogio! 😌

Daí ele se banhou para limpar o pau, e chegou a hora do meu presente. Na mesa, havia uma vasilha de plástico com algumas frutas dentro, sendo elas uva, ameixa e caqui. Também havia comprado três garrafas de água de coco para nós. Antes de revelar qual era o mistério do meu presente, sentamos para comer. Ele disse que levou as coisas para que eu fosse bem alimentada para a faculdade depois (que fofo!), e o mais incrível, foi que semana passada, sofri demais com ataques de gastrite, e realmente estava procurando me alimentar somente de coisas saudáveis, (apesar que depois descobri, que uva e ameixa, estão entre as frutas cítricas que preciso evitar rs). Mas enfim, na hora tudo aquilo me fez muito bem, pois querendo ou não, fruta é fruta! Só o caqui que acabei não comendo, pois não sou muito chegada. Daí ele apareceu com uma caixa de Ferrero Rocher, dizendo que aquilo era o meu presente. Eu sabia que era mentira, afinal ele havia deixado escapar que era algo grande e que provavelmente seria um mico eu andar com aquilo na faculdade, mas ainda assim fingi acreditar rs.

Poucos segundos depois, como eu desconfiava, ele começou a mexer numa coisa no canto da parede, atrás de si, dizendo que já ia embora, simulando que estava pegando algo pessoal, para seu compromisso de mais tarde. Parecia a minha mãe, quando eu era pequena, tentando disfarçar ao me dar um presente supresa! Hahahaha, não tinha como não perceber que era uma encenação rsrs. Daí… tchan tchan tchan… surge uma sacola enorme, pensei na hora “é um edredom!” Hahaha. Olhei dentro da sacola e havia uma enorme caixa. Abri a caixa e vi um embrulho sem uma forma exata. Definitivamente não era um edredom, quando peguei aquela coisa mole e sem formato definido, matei a charada na hora! “Só pode ser um bicho de pelúcia” pensei. E era. Um cachorro LINDOOOO!

Sara e o presente do Maravilhoso

Como já havia dito em outro relato, eu AMO bichos de pelúcia, é um lado infantil meu que ainda não foi desenvolvido, e gostei mais ainda por ser um cachorro!! Outra coisa que amo demaaais!! ❤️ Mas ainda não acabou! Ele foi ainda mais além! “olha, tem até a etiqueta do fabricante”, ele acrescentou. Não entendi muito bem o que ele queria dizer com aquilo, por acaso queria me mostrar que era de marca boa? Eu não ligo pra isso. Daí ele vendo que eu não liguei muito, insistiu “você não entendeu? Olha o que tem na etiqueta…”, daí foi quando percebi que no papel da etiqueta, tinha um broche preso por um alfinete, se tratava de um quadrado prateado, onde estava escrito “maravilhoso” de um lado. Quando vi aquilo achei fe-no-me-nal! Mas porém, ainda tinha mais! Ele falou “olha do outro lado”, virei e quase cai da cadeira, ele tinha feito do outro lado, o desenho da imagem que usei no seu título!!! Esses corações daí de cima!

Broche

Ahh, esqueci de falar que ele estava me fotografando com o meu celular, durante esse processo. Pois havia me pedido antes de entregar, se poderia fotografar minha reação com o meu celular mesmo. Acabei permitindo, mas fiquei horrível nas fotos hahahaha. Depois disso, comecei a lhe dar vários beijos de agradecimento e logo fomos parar na cama novamente hehehe.

Dessa vez me pegou de quatro e outra vez foi bem rápido, mas consegui me masturbar. Quando eu estava querendo gozar, me segurei achando que ele ainda não tinha gozado, mas daí quando senti levemente seu pau amolecendo dentro de mim (ele já estava quase parado mesmo), perguntei se tinha gozado e mediante a sua confirmação, acelerei com os dedos e gozei também. Hummm, delícia. Depois ficamos conversando mais um pouco, até que fomos nos banhar para ir embora. Outro encontro memorável! 😊

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.