“O Retrô”

Querido diário…

Não esperava que o meu comunicado no Twitter, postado no começo de junho, referente o meu período menstrual, fosse fazer tanto sucesso. Como já se passaram dois meses, posteriormente eu deletei a publicação, mas nela eu dizia que por conta de eu estar na red week, faria encontros sem penetração, porém com desconto, sendo uma ótima oportunidade para aqueles que quisessem me conhecer, independente de rolar sexo.

Este foi o meu primeiro cliente dentro deste esquema e eu não poderia ter dado a largada de maneira melhor! Rapaz extremamente gentil, confiável e tradicional. Pediu que eu o atendesse em sua residência e fui recebida em seu apartamento como se eu fosse uma velha amiga e não uma estranha que o visitava pela primeira vez. Logo de cara dois violinos na entrada da sala me chamaram a atenção, o que acabou nos rendendo bastante assunto.

Ele serviu vinho para nós e começou a me dar uma aula de música, sobre suas origens, costumes, tudo relacionado ao violino. Informações que considerei de bastante aprendizado na hora, mas que sabia que me esqueceria depois. Muita informação técnica, digna de um estudioso que pesquisou aquilo por anos, que infelizmente eu não conseguiria absorver em uma única conversa. O achei inteligentíssimo.

Depois me apresentou todo o seu apartamento e acabamos ficando mais tempo numa sala que continha uma cadeira de massagem. Me surpreendeu que alguém tivesse uma daquelas cadeiras massageadoras, que vemos nos shoppings, em casa e ele, percebendo o meu interesse, gentilmente me incentivou a experimentá-la. Confesso que fiquei um pouco acanhada, não sabendo se ele estava oferecendo por educação, ou se realmente não se importaria que eu experimentasse. Arrisquei. Sempre ficava curiosa quando via aquelas do shopping rs.

Sentei naquela cadeira gigantesca que preenchia quase que o espaço inteiro do cômodo e, ligeiramente assustada, a observei começar a trabalhar. Não consegui ficar à vontade, nem relaxar, pois achei que ele ficaria ali comigo, mas, me deixou sozinha e foi para a sala. Abortei o experimento na hora rs. Fiquei com a sensação que não estava cumprindo a minha tarefa pelo qual fui contratada e o chamei para que desligasse a cadeira.

De volta à sala de estar, ao som de Patsy Cline que estava tocando, bebemos mais uns goles de vinho e então nos beijamos.

Não demorou muito para que fôssemos para a cama. Ele levou sua caixinha de som e o tempo inteiro me senti dentro daqueles filmes antigos. Seu gosto musical é bastante retrô, o que achei um charme. Não era o tipo de música que eu ouviria em casa, mas que naquele momento foi gostoso, compôs o cenário.

Como ele foi o primeiro que atendi em período menstrual no mês de junho, não fui esperta de ir com um absorvente interno, o que foi mesmo uma pena, pois, ele queria muito me chupar – para quem não sabe, absorvente interno é o que chamamos de tampão, deixando só uma cordinha para fora -. E demorou até mesmo para que eu o chupasse, pois ele gostava que ficássemos apenas nos amassando. Então ficamos por bastante tempo aos beijos naquele esfrega, esfrega, comigo de calcinha e absorvente e ele, ainda vestido, de calça e cueca.

Ele se empolgou de tal maneira, que até pensei que fosse conseguir gozar daquele jeito. Seria mesmo um marco se um cliente gozasse só de ficar esfregando ainda de roupa rs. Enfim pude chupá-lo e dei o meu melhor para que aquele encontro lhe valesse a pena, ainda que não me penetrasse. Foram momentos calorosos. Ele se transformara de um jeito… não parecendo mais aquele homem contido que me recebera e me apresentastes o apartamento. Foi como se ele colocasse para fora, sem medo, todas as suas fantasias, ainda que não estivéssemos fazendo nada obsceno. Por fim, ele gozou comigo lhe masturbando.

Nos limpamos e então voltamos para a sala. Pensei que eu já fosse embora – a princípio combinamos apenas 1h – mas ele conduziu para que eu me sentasse no sofá e entendi que gostaria de estender o tempo. Eu estava tranquila de horário, então me deixei levar. Bebemos mais vinho, comemos amendoim, papeamos e até toquei seu violino!! Não que eu soubesse tocar, mas, deu para experimentar rs. Pedi que tirasse uma foto minha com o instrumento, mas que não poderei postar, a seu pedido, ficando apenas como uma recordação pessoal deste encontro. Foram duas horas bastante agradáveis.

Dolorido

Cliente 224 – “O Dolorido”

Encontro na Red Week! Sem sexo – apenas beijos e oral – mas com aquele desconto. 😏 Quarto 106. Infelizmente me atrasei meia hora, então já entrei pedindo mil desculpas pelo atraso (que obviamente foi compensado). Me sentei ao seu lado na cama e já começamos a nos beijar. Após alguns beijos, tirou a minha blusa e então pedi que se deitasse. Daí conduzi para que ele tirasse sua roupa também e terminei de tirar a minha.

Após muitos beijos, fui descendo a mão pela sua cueca, e logo tratei de chupá-lo. Estranhamente ele tinha muita sensibilidade no pau e não me deixou “desencapar” toda a cabeça; dizendo que não estava acostumado em abaixar tanto a pele. Achei estranho toda aquela sensibilidade, afinal o natural do pau é justamente ficar com a cabeça livre durante o ato sexual, mas como estava limpinho e aparentemente tudo ok, prossegui sem questionar. Mas aí, conforme fui me empolgando, minha própria boca abaixou tudo e em alguns minutos ele reclamou que estava “sensível”. Daí pediu que eu interrompesse por hora.

Voltamos a nos beijar, e conforme foi desenrolando, finalmente tirou o meu sutiã e chupou os meus seios. 😛 Vez ou outra ele tentava puxar a pele do pau de volta, mas como estava ereto não conseguiu e após algumas tentativas resolveu ir para o chuveiro, já que estava te incomodando muito e na água amoleceria, facilitando o processo. O aguardei na cama. Quando retornou, fiquei com receio de chupar e estragar o clima de novo, então apenas fiquei passando a mão, até que comecei a punhetar, caprichando nos movimentos e tomando o cuidado para manter a pele rs. Após um tempo ele perguntou se poderia gozar (que pergunta boba rs) e mediante a minha confirmação, jorrou sua porra na minha barriga (eu estava deitada de lado virada para ele) próximo da minha calcinha.

Daí nos limpamos e fomos nos banhar. Depois pedimos a comida e conversamos até o término. Me presenteou com um pacotinho contendo três Ferrero Rocher e ainda ficou se desculpando por ter comprado só aquilo, como se ele tivesse alguma obrigação rs. Muito gentil e simpático. Encontro de 1:30. Fui embora antes dele.

Argentino

Repeteco com o Argentino!

Atendimento na Red Week!

Marcamos o encontro para determinado dia, e ele precisou desmarcar por motivos de saúde (gripe). Daí quando remarcou, calhou de eu estar em período menstrual, e como no nosso primeiro encontro só tinha rolado oral, ele concordou que seria uma boa sairmos mesmo assim! 😋

Quarto 222. Assim que entrei já estava tomado banho, de toalha amarrada na cintura. Fomos logo para a cama e namoramos por um bom tempo. Após muitos beijos e amassos (muitos mesmo), me despiu, e fiquei só de calcinha. Daí enquanto nos beijávamos, roçava seu pau por cima dela, me torturando cada vez mais por não poder transar! 😩 Depois desci para seu pau, e o chupei bem gostoso até ele gozar (me avisando antes). 😏

Daí foi se lavar e conversamos um pouco. Depois retomamos os beijos, o chupei pela segunda vez, mas seu pau deu uma amolecida enquanto eu fazia. Então voltamos aos beijos e amassos sem pressa do início, e novamente roçou aquele pau gostoso por cima da minha calcinha. A tensão sexual foi muito grande, tão grande que propus de transarmos mesmo assim. 😱 Meu fluxo estava pouco, então confiei que daria para fazer numa boa. Ele analisou a proposta e acabou concordando. 👀

Fui até o banheiro, tirei o absorvente (que incrivelmente estava quase zerado), peguei a camisinha (sempre ando com ela, independente do atendimento ter sexo ou não), encapamos e fui por cima. Não sei o que aconteceu, mas a transa minguou. Todo o seu tesão de antes sumiu ao colocarmos o preservativo. Cavalguei por poucos minutos, pois senti seu pau amolecendo dentro de mim. Será que ele tinha se arrependido? Será que ficou preocupado em ter que pagar o cachê integral por estarmos transando? Ou será que apenas não se dava bem com látex? 🤔

Como seu amiguinho não cooperou, acabamos desistindo, e quando saí de cima dele, ficou muito sangue na sua barriga. 😖 Fiquei super constrangida, pois pelo absorvente parecia mesmo que não estava vindo muito (considerando que andei bastante até chegar lá), mas ele foi super compreensível, e disse que sabíamos que isso poderia acontecer. Daí fomos nos banhar e pedimos a refeição. O encontro foi de 1:30 e já estava no fim. Depois que comemos, fui embora na frente. Moral da história: Melhor não lutar contra a natureza! Rs.

Surpreendente

Cliente 189 – “O Surpreendente”

Chegamos ao meu primeiro atendimento da Red Week premiada!! 😁 Quarto 204. Estava só com uma toalha enrolada na cintura quando entrei, e já nos beijamos. Depois ele disse que precisava jogar uma água no corpo e o aguardei na cama, ainda vestida. Quando retornou, nos beijamos de novo. Daí tirei minha blusa, o sutiã e aos poucos fui tirando o resto, ficando só de calcinha. Ele me pediu para deitar de costas e começou a beijar minha bunda bem gostoso com mordiscadas leves. Depois de bastante tempo ali (até afastou um pouco a calcinha) subiu para as minhas costas e repetiu o processo. Aquilo foi mesmo inesperado e instigante! Não esperava ser tão mimada num atendimento que sequer rolaria sexo. E apenas com esses carinhos já fiquei super excitada!

Depois me conduziu a virar de volta e chupou meus seios. Tudo uma delícia! Fiquei muito agradecida por ter se preocupado em me agradar também. Daí foi a minha vez de lhe recompensar por tudo aquilo, e desci para seu pau. Fiquei um pouco nas bolas (mais do que o habitual pois vi que ele estava gostando) e depois o coloquei inteiro na minha boquinha. 😋 Revezei com chupada e beijos na boca, até que ele optou por ficar de pé na cama. Certo momento enquanto eu chupava, ele delicadamente afastou minha boca e pegou no seu pau para finalizar na punheta, e só foi ele pegar que a porra jorrou no meu seio e coxas! 😼

Daí foi se banhar e também me banhei na sequência. Até planejava deitar com ele de novo, mas quando perguntei se ele queria mais (nos restavam 15 minutos), respondeu que preferia ficar só descansando, então já fui me vestindo. Depois ele começou a se vestir também e saímos do quarto uns três minutinhos antes do término (havíamos fechado 1:00). Espero que ele marque de novo para o atendimento completo. 😏

Empenhado

Repeteco com o Empenhado!

Bom, primeiramente gostaria de especificar que esse encontro ocorreu já faz algum tempo, quando eu ainda estava na Red Week. Pois é, o atendi “naqueles dias”, no entanto não transamos (o que não quer dizer que foi ruim 😉 ).

Nos encontramos no terminal Barra Funda e seguimos em seu carro para um motel diferente. Entramos, acomodamos nossas coisas, e ele foi se banhar. Quando terminou, fomos para a cama e começamos com os beijos. Ficamos um tempo assim, só nos amassos. Daí ele chupou meus seios e também beijou todo o meu corpo (menos “lá” rs). Depois foi a minha vez de agradá-lo e fui para seu pau. O chupei bem gostoso por um tempo, até perceber que ele estava quase gozando, daí substitui a boca pela mão, e em poucos segundos: “voilà”! 😛

Depois fomos encher a hidro, e fiquei de olho na água, enquanto ele foi passar uma água no pau. Já na banheira, voltamos a nos beijar, e um ficou masturbando o outro. Isso foi muito gostoso, fiquei bastante excitada e acabei gozando após um tempo. 🙊 Daí continuei o masturbando por mais um tempo, até que gozasse de novo também. 😌

Depois fui me banhar, em seguida ele também, e então pediu o almoço para nós. Como sempre ele me levou presentes! 😁 Dessa vez foi uma linda lingerie da Hope ❤️ (tô ficando chique rs), e um chocolate ma-ra-vi-lho-so de uma marca estrangeira que eu não conhecia. Fica dica para dar de presente para suas namoradas e esposas: 😋

Presente do empenhado

Depois me levou de volta até o terminal da Barra Funda (havíamos fechado duas horas). E eu que achei que não fosse possível fazer um atendimento legal, estando em período menstrual… 😊