“O Condutor”

Querido diário…

Esse encontro foi de última hora, ainda bem que deu certo. Combinamos no hotel Mercure num desses domingos de agosto. Já dentro da suíte, ele foi conduzindo tudo. Logo de cara percebi que ele não fazia o tipo carinhoso, o que não foi ruim, me deixou excitada do mesmo jeito (vai entender rs).

Trocamos alguns beijos e então pediu que eu me despisse, se afastando um pouco para me olhar. Não foi preciso um striptease, mas, tirei as peças devagar e sensualmente. A essa altura eu já estava descalça – tratei de tirar o salto logo que entramos no quarto -, visto que ele era mais baixo que eu e me despi começando pelo vestido. Depois o sutiã e por último a calcinha. Daí ele apreciou a vista mais um pouco e então deu a segunda instrução: Pediu que eu me deitasse.

Deitei de pernas abertas e fiquei me masturbando enquanto ele assistia ainda de pé, até que ele também se deitou e pediu que eu o chupasse. Nesse momento, lembrei que por mensagens ele havia perguntado se eu fazia beijo grego e então pedi que viesse com seu corpo mais para a beirada da cama. Fiquei por bastante tempo lhe fazendo esses dois mimos (na frente e atrás), até ele pedir para transarmos.

Peguei o preservativo e o meu brinquedinho. Encapei e começamos comigo por cima. Após um tempo, pediu que eu cavalgasse de costas para ele e nesse momento consegui gozar, meu brinquedinho deu conta do recado. 😋 Foquei nas cavalgadas depois disso, até ele pedir que eu ficasse de quatro. Algum tempo assim (até voltei a me masturbar), depois pediu para me pegar de frente, no frango assado. E para finalizar, pediu para gozar nos meus seios. Ele ficou de pé no chão, se masturbando comigo ajoelhada à sua frente esperando a explosão, mas, no final das contas, foi eu que finalizei aquela punheta pra ele. ✊🏻😏

Depois fui tomar um banho. Ainda tínhamos metade do tempo (combinamos 1h), contudo, ele já havia deixado claro que estava satisfeito. Conversamos um pouco e aproveitei para lhe fazer uma massagem nos pés. Engraçado que durante toda a nossa transa, ele sequer tirou sua blusa de manga comprida. Estranho. vai ver ele estava com frio rs.

Um comentário em ““O Condutor”

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.