Casal: “Os Sexys”

Querido diário…

Não é mesmo assustador que a minha última postagem sobre atendimento de casal tenha sido em fevereiro do ano passado, sendo que tive novas experiências, tão deliciosas quanto, de lá para cá?!

Bom… recentemente tive um atendimento delicioso com um casal de namorados e decidi que precisava compartilhar isso aqui. Aliás, com essa quarentena e muito tempo livre, acho que, por tempo indeterminado, voltarei a relatar os encontros! Preciso de inspirações para poder alimentar o blog e nada melhor do que esses dates, não é mesmo?!

Mas, voltando ao assunto principal desse post: o casal. Quem me contatou foi a mulher, muito educada e gentil, me abordou da seguinte maneira:

Conversamos um pouco e ela disse que me retornaria. Uma semana depois agendamos a data do encontro.

*

Suíte 08. Quando abriram a porta do quarto, me deparei com um lindo casal. Uma moça de 20 anos e ele 31. Ela vestia um body sexy, saia, blazer e nos pés salto alto. A achei linda e bem vestida. Confesso que quando a vi, até me senti um pouco mal por eu estar tão comportada no look (calça preta colada, bota de salto e casaco), por sorte, a blusa que eu usava por debaixo do casaco era decotada. Costumo ir aos atendimentos mais discreta, mas, quando a vi montada em toda aquela sensualidade, comecei a me despir imediatamente, ficando apenas de lingerie, enquanto ainda conversávamos.

Ambos nunca tiveram uma experiência com sexo a três  e namoram há não muito tempo (apenas um ano). Me senti honrada em ter sido escolhida para ser a primeira deles! 😃

Ele pediu bebidas para nós, ela ajustou a iluminação do quarto, deixando que uma luz vermelha reinasse no ambiente e eu, me voltando para eles, perguntei se poderia começar por ela, que no mesmo segundo em que seu namorado me respondia com um “por favor”, me tascava um beijão daqueles com tanta autonomia, como se, ao contrário do que me disse, aquela não fosse a sua primeira vez com outra mulher. Um tesão! 😋

Ele estava sentado na cabeceira da cama, eu e ela na beirada. Nos beijamos bastante e então comecei a despir o seu body. Ela tinha seios lindos! 👏🏻 Suspeitei que pudessem ter silicone, mas não perguntei.

Chupei seus mamilos com o maior esmero, até que, após um tempo, ela retribuiu os mesmos carinhos em mim. (Hummmm.) Depois, a deitei na cama e me preparei para cair de boca na sua buceta. Totalmente depilada e convidativa. Ele, que por enquanto só assistia, não parava de repetir coisas como: “Se eu morresse agora, morreria feliz”, “Vocês duas não tem noção de como são lindas” e “o que mais um cara pode querer?” 😅

Quando desci para o meio das pernas dela, ele começou a beijá-la, trocando palavras de amor. Realmente me considerei muito privilegiada por estar fazendo parte daquele momento dos dois. Chupei aquela buceta com toda a habilidade que adquiri ao longo dos anos e quando espiei novamente, ela também o chupava, que se encontrava ajoelhado à sua frente. A fiz gozar, tenho quase certeza. Seus gemidos ficaram urgentes e ofegantes por um tempo, até que ela desabou após um forte tremido. 

Nos voltamos para ele. Seu pau, devo admitir, era um dos maiores que já vi! Não sei como não a machucava. 😟 O chupamos e também revezamos, uma lá embaixo, enquanto a outra o beijava na boca e… falando em beijo… ambos beijavam muito bem! Que casal!  👄

De repente, tive o meu momento de ser mimada e foi excepcional! Ela chupando minha menina, enquanto ele chupava os meus mamilos. Aquele instante foi muito marcante! O meu bem estar foi consumido pelo visual e sensorial. Dos meus seios ele subiu para os meus lábios e não muito depois percebi que ela parou de me chupar. Senti  que era hora de voltar a dar atenção a ela!

Após muitas preliminares e goles em nossos drinks, a primeira transa da noite se desenrolou. Ela sentou nele com muita vontade e força, me surpreendendo que desse conta de todo aquele volume. Ele pediu que, enquanto ela cavalgasse, eu sentasse em seu rosto. Obedeci. Me posicionei de frente para ela e trocamos alguns beijos sempre que ela desacelerava para recuperar o fôlego. Ele não gozou – obviamente queria poder aproveitar ainda mais –, voltamos as preliminares e mais para frente chegou a minha vez.

Felizmente ele foi muito bacana comigo, pois, cuidadosamente veio no papai e mamãe, e não estocou com a mesma intensidade que ela sentou nele. Imagino que vocês saibam do meu histórico de restrições com paus gigantes, então fiquei bastante apreensiva. No entanto, ele foi super cuidadoso, tornando o momento ainda mais prazeroso. (Ufa!)

Ela estava perto me paparicando também, mas teve um momento em que se levantou para tomar mais um pouco do seu drink. Nesse momento, enquanto ele estocava deliciosamente, dividi a minha atenção entre ele e ela, que ainda não tinha retornado para a cama.

Fiquei preocupada que ela pudesse estar se incomodando com alguma coisa e ao perceber que ela não voltou de imediato, cochichei para ele para que não a deixássemos sozinha. Ele concordou e tão logo interrompemos a transa para mais uma rodada de preliminares. 👄

No terceiro round, ele a pegou de quatro. Aquela mulher era guerreira, eu não sei se aguentaria dar para ele naquela posição sem que ficasse desconfortável. Muitos tapas, gritarias e velocidade. Assisti aquela transa selvagem de camarote enquanto me masturbava. Eles eram ainda mais sexys juntos! Achei que ele fosse gozar naquele momento, mas ainda rolou outra rodada comigo.

Ele caiu  de boca na minha buceta, se preparando para entrar em mim novamente, enquanto ela beijava a minha boca. Mais uma vez sua entrada foi gradual e as investidas lentas e suaves como se eu fosse uma virgem. 😇 Gostei disso. Pau gigante tem que ser com jeitinho mesmo.

Mas a sua gozada só aconteceu em mais uma rodada de preliminares, enquanto ela chupava seu pau em conjunto comigo, que chupava as suas bolas. Estava com muita saudade de atender casal! 1:30 passou muito rápido! Quero mais! Quero mais! 🤗

Casal: “Os Intensos”

O que eu não atendi de casais nos últimos anos, estou atendendo tudo de uma vez agora rsrs. Exageros à parte, posso lhes dizer que estou simplesmente AMANDO essa demanda de casais nos últimos tempos! 😍 O contato todo foi feito pela mulher e surpreendentemente eles tentavam sair comigo desde 2017!!!! Eis o print que não me deixa mentir: 

Fiquei lisonjeada com a persistência, obrigada mesmo! ❤️ Mas vamos ao que interessa, ao relato dessas três horas deliciosas junto deles. Marcamos no motel Caribe, na segunda-feira passada, suíte 21.

A mocinha do casal (que revelou ter a mesma idade que eu) era muito linda! O que já dava para perceber pela foto do whatsapp, mas pessoalmente era ainda mais interessante. Tipo físico igual ao meu: bem magrinha e delicada. Sem menosprezar as demais mulheres que já atendi em casal até o momento, com essa senti um tesão absurdo, talvez por ela ser assumidamente bi e não estar ali só para realizar uma fantasia do namorado. Na verdade, ele que estava ali para usufruir enquanto ela satisfazia seu desejo. 😏

A propósito, falando dele, também era um homem muito interessante. Definitivamente eles formavam um casal muito tesudo. Eu não fazia a mínima ideia de como ele era até chegar lá e não me desapontei com o que vi. Ele me serviu vodka com energético, que eles já estavam bebendo, enquanto eu me situava no ambiente. Sempre ficou meio tímida no começo do encontro por não saber como começar sem parecer afobada ou lenta demais e o drink ajudou a relaxar.

Rolava uma playlist internacional de rock suave, que aprovei, e envolvida nesse clima descontraído em que nem parecia um quarto de motel, mas uma casa qualquer, a beijei, com ambas sentadas lado a lado na cama. Que beijo! 💋 Ainda ficamos intercalando beijos com conversas nesse momento, até que fomos nos despindo e uma revezou chupadas no seio da outra. 🤤

Daí, antes que avançássemos para algo mais explícito, pausamos para colocar uma roupinha sensual que eles compraram e posamos para as fotos (fotos essas que serão distribuídas no decorrer do post hehe).

Depois pedi que ela se deitasse e me engalfinhei entre as suas pernas para chupá-la bem gostoso. Ela também retribuiu a chupada depois em mim e me senti no céu com ela lá embaixo, mandando ver caprichosamente, enquanto seu namorado beijava a minha boca ao mesmo tempo. 👄

Depois ela sugeriu algo que eu NUNCA tinha feito antes, tanto nos atendimentos como na vida civil, que é… roçar xana com xana! 😱 Lubrificamos com óleo corporal de bebê da Johnson & Johnson (que eles levaram e revelaram ser mais saudável que esses óleos de sexyshop) e enganchamos nossas pernas, de modo que nossas meninas se encontrassem. Ficamos assim por um bom tempo, ora eu por cima, ora ela, enquanto seu namorado nada mais era que um mero espectador. Às vezes nos beijava, mas até então nada mais que isso.

Depois de todo esse esfrega esfrega entre nós duas, ele a pegou de quatro, enquanto ela voltava a me chupar lá embaixo. Estava uma delícia assistir os dois transando, de camarote, e certa altura interrompi sua chupada para dar o desfecho a todo aquele tesão que eu sentia. Me masturbei e gozei maravilhosamente enquanto os assistia.

Enfim pausa para mais drinks e então ele disse que eu comeria ela. Fiquei um pouco confusa com essa afirmação, mas entendi tudo quando ela surgiu com um pinto de borracha e uma cinta. Essa gostava mesmo da coisa!! A visão da cama vista do teto espelhado deixaria qualquer um besta. Eu a pegava de ladinho com o pinto de borracha acoplado em minha cintura e seu namorado, por sua vez, me pegava de ladinho também. Os três se movimentando em sincronia, num delicioso e intenso trenzinho.

Ficamos assim por bastante tempo, estava magicamente gostoso, a sensação foi como se fôssemos um só corpo, indescritível. Esqueci de falar que a essa altura da putaria a playlist era funk e eu nunca gostei tanto de funk na minha vida como naquele momento. Os movimentos combinavam com a música, tudo estava se encaixando, literalmente. Acredito que ela gozou, pois seus gemidos lhe entregaram. Eu também gozei demais nesse encontro, tanto que confesso ter perdido as contas.

Pausa para mais drinks, seu namorado se recompôs e então se preparou para pegá-la de novo. A pegou de ladinho e me beijava ao mesmo tempo em que a penetrava. Eu estava de frente para ela, ora lhe beijando, ora beijando ele. Que tesão…

E acabou que a coisa toda não teve um fim determinado. Em uma das pausas que fui ao banheiro fazer xixi, lembrei de conferir o relógio e já tínhamos passado do tempo. 😯 O combinado inicial foi duas horas, mas passamos disso fácil. Ainda pediram algo para comermos e me banhei junto com ela. Eles continuaram no quarto quando parti.

Fui embora completamente boquiaberta com mais esta experiência. Foi um dos trabalhos mais gostosos que já fiz, tanto que realmente não vi a hora passar. Espero que um dia possamos repetir. Tô in love por esses dois, já quero bis!

Casal: “Os Cúmplices”

Combinamos de eu encontrá-los no hotel Tivoli Mofarrej, onde estariam hospedados. Assim que cheguei, o marido me buscou na entrada e nos encaminhamos para o lounge bar, onde eles já estavam a minha espera bebericando um vinho. Logo de cara, achei sua mulher muito linda. Cara de 25 anos, quase não acreditei quando revelou ter 32 e já terem um filho. 😮

Ele me serviu um vinho espumante e ficamos os três conversando por um tempo sobre as viagens que já fizeram, os lugares que já conheceram (é a primeira vez deles em São Paulo), o que fizeram na noite anterior em que chegaram (foram no Terraço Itália) e o que tinham planejado para depois do nosso encontro.

Papo vai, papo vem, certa altura, o marido perguntou para ela se já gostaria de subir. Ela concordou e subimos os três.

No quarto eles já foram tirando os calçados, então procurei tirar o meu salto também. Ela agilmente se despiu e por baixo da roupa usava um body de renda preto lindo e totalmente sexy. Ele ficou de cueca e se sentou no topo da cama, perto dos travesseiros, enquanto eu e ela permanecemos conversando sentadas na beira da cama, ligeiramente acanhadas.

Contaram que esta vez se tratava do terceiro ménage deles (os outros dois ocorreram um no Rio e outro em Gramado) aventuras esporádicas que só se permitem quando estão em viagem. A primeira experiência deles (no Rio) tinha sido muito boa, mas a de Gramado não (propaganda enganosa) e conhecendo as suas experiências anteriores, brotou a curiosidade em saber o que também estavam achando de mim rs. Torcendo para que estivesse me saindo bem rs. 🤞🏻

Quando eu estava prestes a beijá-la, o marido perguntou se ela queria um striptease meu e ao que ela confirmou, já subiu para o topo da cama junto dele, enquanto eu, levemente acanhada, comecei a tirar minha roupa, me esforçando para a sensualidade se sobressair a timidez  rs.

A música de fundo, que eles colocaram, também não colaborou (“The Climb” da Miley Cyrus), mas fui socorrida quando ele perguntou se eu gostaria de sugerir outro som. Pensei por dois segundos e pedi por Massive Attack, a trilha sonora perfeita para um momento como aquele. 😈

Enquanto eu ainda terminava de tirar a roupa, eles já começaram a se beijar e agilizei para me juntar a eles. Quando me aproximei, ele interrompeu o beijo, abaixou o body dela, deixando o seio visível, e me disse que ela gostava de carinho nos seios. Por um segundo fiquei na dúvida se primeiro a beijava ou se me direcionava para os seios como ele estava indicando, até que decidi não contrariar, pois ele mesmo já se direcionava para um dos mamilos. Entendi a jogada e ficamos os dois chupando cada seio ao mesmo tempo. 👅

Depois enfim pude beijá-la (algo que eu estava curiosa desde o lounge) e na sequência desci para a sua xana. Eles voltaram a se beijar e uma das mãos dela foi para o pau dele, o masturbando. Vai parecer que eu estava mais interessada nela do que nele (o que tem um fundinho de verdade rs), mas só estava “cumprindo ordens”, pois ele havia instruído por mensagens, que eu dispensasse mais atenção à ela. Então não me entendam mal rs. Já ele conseguiu mesclar muito bem a atenção entre nós duas. 😏

Ele me chupou ao mesmo tempo em que eu a chupava e confesso que foi uma delícia essa reciprocidade, ser paparicada enquanto eu também paparicava alguém rs. Depois ele me deitou e voltei a beijá-la na boca. Nesse momento, ele pediu que ela me chupasse, o que me causou um leve constrangimento, pois percebi que ela hesitou, como se não estivesse muito segura que queria fazer aquilo. Quase soltei um: “não precisa, se você não quiser”, mas achei melhor ficar quieta e deixar as coisas fluírem naturalmente.

Enquanto ela descia para me chupar, ele confidenciou que ela NUNCA tinha chupado uma xana, o que explicou a sua hesitação inicial. Fiquei na expectativa, mas ela só encostou a língua e já subiu de volta, não deve ter curtido rs. Daí vendo que ela não quis executar a tarefa, ele voltou a me chupar imediatamente, enquanto eu mesclava entre os seios dela e sua boca.

Na sequência ele a penetrou sem camisinha e eu continuei chupando o seio dela enquanto eles transavam no papai e mamãe (não me restou muito o que fazer, com eles nessa posição rs). Depois foi a minha vez de ser experimentada, ele pegou o preservativo e sugeri que me pegasse de quatro para que assim eu pudesse chupá-la enquanto ele bombava.

Infelizmente a minha ideia não foi muito boa, pois o pinto dele era grosso e a entrada de quatro foi um tanto quanto desconfortável. Quando ganhou velocidade então ficou ainda pior e tive que interromper, sugerindo uma nova posição. Pedi que ele viesse no papai e mamãe para que ela pudesse sentar no meu rosto.

Por um milésimo de um segundo deu aquele medinho de ser mal interpretada, mas ela concordou de imediato e perguntou se estava me machucando. Confessei que de quatro estava um pouco difícil por ele ter o pinto grosso e ela foi super solidária, dizendo que também não aguentava transar de quatro com ele pela mesma razão que eu rs. Ufa, então não era só eu rs. 😁

Com ele por cima foi muuuuito melhor e com ela sentada em cima do meu rosto também estava fantástico. Pena que não ficou muito tempo sentada, o que me causou a dúvida se eu não estava chupando direito. Ela se deitou ao meu lado, coladinha em mim e ficou se masturbando enquanto o assistia transando comigo.

Ele parecia cada vez mais cansado e sem fôlego durante as estocadas, porém dava indícios que estava prestes a gozar, então não me atrevi a sugerir outra posição. O atiçamos com gemidos e também procurei ajudá-lo com os movimentos. Ela avisou que ia gozar e alguns segundos depois ele também gozou. Eu não gozei, mas tinha sido bom da mesma forma.

Ele foi ao banheiro primeiro tirar o preservativo e se lavar, enquanto eu e ela ficamos conversando. Depois eu que fui e então ela. Aproveitei quando a esposa estava no banheiro e perguntei para ele se queria que eu já fosse embora ou se continuaríamos. – Ele não tinha definido o tempo por mensagem, disse que 1h ou 2h dependendo de como desenrolasse. – Eu estava um pouco perdida no tempo e achei que já pudesse ter dado uma hora. Sua resposta foi positiva. Ele disse que eu podia continuar, que ela tinha gostado. Hummmm.

Então voltei a me deitar na cama. Ela retornou do banheiro e em pouco tempo de pausa, demos um beijo de língua a três e recomeçamos. Voltei para a xana dela e me empenhei na tarefa. Comecei chupando igual eu gosto que fazem em mim, suavemente, devagar e aos poucos, conforme percebia seus gemidos se intensificando, acelerei as línguadas. “Será que ela está prestes a gozar?” Pensei observando suas reações enquanto eu fazia. De repente percebi a sua mão estendida, quase pedindo que eu parasse e seus gemidos cessando. Perguntei se ela tinha gozado (mas pela minha experiência tinha quase certeza que sim, pois ela se comportou semelhante à mim quando gozo) e sim, ela tinha. Quem diria, consegui fazer uma mulher gozar! 💪🏻😌

Daí fui para o pau dele que já estava quase sendo encapado. Ele ia me pegar de novo, mas amoleceu com a camisinha e daí ele ficou se masturbando para reanimar. Ofereci que me deixasse chupar, mas ele preferiu que eu colocasse os meus seios na sua boca, assim o fiz e ele continuou se masturbando, até que a avisou para que fosse. Achei que ela sentaria nele, mas apenas colocou a boca e como logo em seguida foi para o banheiro, entendi que ele tinha gozado em sua boquinha. 💦

Daí ele comentou que eles ainda iam jantar e entendi que não rolaria terceiro round. Conferi o horário e tinha dado uma hora naquele momento, desde que subimos para o quarto. Me vesti e conversamos um pouco antes que de fato eu partisse.

Gostei demaaaaais dos dois!! 😍 Pena que não haverá repeteco tão cedo, já que não são daqui e pelo visto também não repetem os destinos das viagens. Mas… quem sabe um dia? 😃