O Perspicaz | Parte 5: O Príncipe Virou Sapo

 
Eu já estava desistindo dele.
 
Da mesma maneira que ele dizia algo em mim não se encaixar, nele também muitas coisas eram um grande mistério. Se o cara desde o princípio te diz que não é para casar e não acredita em exclusividade sexual, o que se espera de um sujeito desses? Muito sexo. Que ele seja do tipo que transa bastante e com várias mulheres. Contudo, o que tivemos? Um homem sem a menor empolgação sexual, muita frieza nas mensagens e programas de namoradinho quando juntos. Nada combinava, tudo muito contraditório! Não pretendia mais investir nele.
 
Curti meu carnaval, também fui em bloquinhos (apenas dois dias e adorei) e no Vila JK com uma amiga. Foi uma noite mega agradável, assistimos ao show de um grupo chamado: “Atitude 67”, que gostei bastante, ainda que eu não tivesse o menor hábito de ouvir pagode (até salvei algumas músicas deles depois, destaque para a canção “Tão Linda”), e depois o estabelecimento virou uma balada.
 
Dois caras nos abordaram lá. Minha amiga se deu bem. Já eu não estava com o menor saco para a conversinha furada do outro que tentava ficar comigo. Definitivamente não tenho paciência para xaveco de cara mais novo do que eu. Mostrar os milhares de seguidores que possui no instagram é um marketing pessoal muito péssimo! Não estou atrás de homem narcisista. 👎🏻 Tentei ser simpática no começo, mas, após um tempo estava estampado na minha cara que eu queria que ele fosse embora. Foi ficando cada vez mais chato manter a conversa, até que finalmente ele se tocou e chamou o amigo dele para darem uma volta.
 
Assim que ele saiu, enviei uma mensagem para o Perspicaz no WhatsApp. Era cinco e pouco da manhã de uma segunda-feira de carnaval.
 

-Beijou muito no bloquinho? – Sabe quando você se depara com uma nova merda e passa a valorizar a merda anterior? Foi exatamente isso que aconteceu aqui.

-Caramba. Eu fico de cara com esses seus horários de vida. – Ele respondeu umas nove e pouco da manhã.

-Como você mesmo disse uma vez: “é carnaval”.

-Hahahaha. Tá certa, é carnaval! Beijei não. Já passei dessa fase haha. – Ué, então por que dá tanta importância para esses bloquinhos? 🤔

-Ótimo. Não quero pegar sapinho. Supondo que irá rolar um terceiro encontro né.

-Hahahaha. Será? 😏

*

-E os bloquinhos hoje? – Ele puxou assunto naquele mesmo dia, já de noite.

-Bombando. – E enviei uma foto minha belíssima fantasiada, não que ele já não tivesse visto no meu insta.

Naquela mesma noite, ou melhor, na madrugada de segunda para terça, ele me chamou para dormir com ele. Foi um lance muito de repente…

-Tá acordada? – Era duas da manhã. – Eu vi que você tá acordada. – Olha ele dando um de espião.

-Estou. Viu como??

-Eu sei… Você vive online. Tô indo pra casa, vem dormir comigo. 

-Estava onde?

-Fomos pro Trabuca. – Ou seja, não deve ter rolado nada potencial no rolê dele e agora me chamava como um legítimo contatinho de stand-by. 

-Que convite tentador. Acho que vou aceitar hein. – Dignidade zero, eu sei. 

-Vem. Vamos dormir de conchinha. 

-Só vou por causa da conchinha. Vou jogar uma água no corpo e já vou.  Na verdade só queria terminar de comer a minha pizza.

-Tá bom. Tô te esperando.

Tive que ligar para ele quando já estava chegando – não me lembrava o número do seu apartamento – e o Don Juan havia cochilado! Comecei a me sentir uma idiota por estar me dando ao trabalho de ir até lá (o Uber ainda tinha ficado o dobro do valor devido a tarifa dinâmica), encontrar uma pessoa que estava caindo de sono, incapaz de me esperar acordado. Só não desisti porque não tinha mais como. Dentro do elevador a minha cara era de poucos amigos. Porém, quando ele abriu a porta, a minha chateação se dissipou. Estava muito sexy com aquela carinha de sono! Agradeceu por eu ter ido, pegou a minha mão e me levou para o quarto. Me deitei de roupa e tudo – quase não tive tempo de tirar os óculos – com reais intenções de dormir.

Deitamos de conchinha, mas ele não ficou parado. Começamos a nos beijar, em pouco tempo pediu para eu tirar a minha calcinha – eu estava de vestido – , ele também tirou sua bermuda e cueca e sem nenhuma preliminar decente foi entrando, se deparando comigo já molhada, sem precisar de uma chupada para isso. (Camisinha não mencionada no texto, apenas para não quebrar a fluência da narração. Mas é claro que a mesma esteve presente.) Ele me surpreendeu naquela noite. Transamos, dormimos, transamos de novo no meio da noite, dormimos, transamos pela terceira vez de manhã – somente dessa vez ele gozou – e voltamos a dormir. Aquele  era seu novo recorde. Me passando uma ideia errada de que dali em diante teríamos muito sexo.

Estamos chegando na reta final desta história…

Enfim chegou o dia dele me assistir na peça!

Se sentou na primeira fileira. Me assistiu com muitos olhares de admiração e todo sorrisos. Quando a peça terminou e fui cumprimentar os meus amigos, ele marcou presença como se fosse meu namorado. Muitos selinhos e abraços em público, o que me surpreendeu bastante, esperava uma postura mais libertária. Viemos para a minha casa depois da apresentação e a minha expectativa para aquela noite estava bem alta!

Tomei um caprichado banho, passei o meu óleo corporal mais cheiroso, coloquei a minha melhor camisola e… ele não tentou absolutamente NADA! Novamente fizemos brigadeiro – ele que fez – , assistimos um filme (Chamada de Emergência), pedimos pizza, comemos enquanto o filme ainda estava rolando e antes do filme acabar ele já tinha cochilado.

Amiga 1:

Amiga 3:

Nada minha gente. Absolutamente nada rolou naquela noite. Demos um único beijo de língua, porque em certa altura EU pedi, porém, nada desenrolou daquela troca salivaria. Parei de tomar a iniciativa desde que ele disse se sentir “pressionado”, no entanto, se ele se sentia assim, já eu me sentia podada. Com tesão e tendo que me comportar como se fosse moça virgem. 🙄

Eu ali, do lado dele no sofá, toda cheirosa, sensual e era como se tivesse usando um moletom velho. Se ele não tinha mais tesão em mim, afinal, eu já estava “conquistada”, porque ainda saía comigo? 🤔 Acho que agora entendo porque ele nunca teve relacionamentos longos. Mulher nenhuma soube lidar com tanta falta de sexo assim. 

Naquela noite dormi frustradíssima. Na verdade, demorei bastante tempo para conseguir pegar no sono. Eu olhava para ele dormindo do meu lado e só pensava: “Só atraio os caras errados. Era pra eu estar transando agora…”

No dia seguinte, pela manhã, despertei antes dele, ainda indignada com toda a situação. Resolvi tomar a iniciativa. Comecei a alisá-lo enquanto ele ainda dormia e novamente nada aconteceu. Ele se manifestou três vezes ao meu toque e não foi positivamente. Na terceira vez até se virou de costas para mim!! Nesse momento desisti.

Mereço sexo ardente todos os dias, se eu quiser. Mereço um cara que quando me olhar, sinta uma mescla de amor e desejo incontrolável. Mereço um cara que nunca me diga não. Um cara que ao me atiçar vá até o fim. Cadê aquele cara dedicado do primeiro encontro??

Amiga 2:

 
 

Amiga 3:

A voz da experiência rs

Se já não bastasse todo o meu desencanto até este ponto da história, ficou ainda pior quando ele acordou. Exatamente do nada ele descobriu nós dois, me fazendo acordar sobressaltada. Perguntei o que ele estava fazendo e daí ele pegou a minha mão e levou até seu pau. Nossa que sutil. 😒 Fingi interesse e daí ele pediu para eu tirar a minha calcinha, semelhante ao nosso terceiro encontro, que narrei mais acima. Só que aquela vez eu estava animada para o ato, desta vez não, tinha acabado de acordar e ainda foi bruscamente. Retruquei:

-Tira você.

-Eu quero ver você tirando.

-Você não quer é ter trabalho.

-Terei trabalho daqui a pouco. – Ele sempre vem no papai e mamãe. 

Parecia aqueles velhos brutos sem o menor tato para o sexo. Ele me lembrou o personagem do José Wilker no remake de Gabriela:

Tirei a calcinha sem a menor vontade, esperando que ao menos ele fosse me chupar primeiro. Isso não aconteceu. O bonitinho queria enfiar o pau a seco – lubrificante de camisinha não é o suficiente se a mulher não estiver miseramente molhada – . Ele começou com as investidas e aquilo me incomodou fortemente, tanto pela postura dele, quanto pelo desconforto físico do ato. Falei para ele que se fosse pra transar daquele jeito, que então pegasse o gelzinho que estava na prateleira sobre as nossas cabeças. Ele recusou, dizendo que não estava com pressa e foi empurrando devagarzinho até entrar tudo. Que porcaria de transa. Não fingi prazer e continuei com a minha cara de bunda. Eu poderia ter interrompido, mas não sei porque não o fiz.

Após um tempo de estocadas, repentinamente ele parou de transar, dizendo que precisava de água (estava com a boca seca) e saiu de dentro de mim para ir em direção a cozinha. Quando retornou, percebeu a minha falta de empolgação e perguntou o que estava havendo. Sincerona, como sou, não deixei por menos.

-Eu queria ter transado ontem a noite e não achei bacana começar a transa assim.

-Tem que ter um ritualzinho? – Sim querido, tem que ter.

-Não deu nem tempo de eu lubrificar…

-Você quer que eu chupe a sua buceta? É só falar…

-Quero.

-Eu te chupo então, quando for assim é só pedir. – Pedir? Isso é o tipo de coisa que deveria ser obrigatório!

E desceu para me chupar. A chupada dele não me cativou. Logo interrompi e pedi que retomasse a transa. O que tinha acontecido com aquele oral incrível do primeiro encontro? Parecia que tudo estava perdendo a graça.

Quando a transa terminou e nos deitamos lado a lado, o encurralei na parede:

-Vou te fazer uma pergunta e gostaria que fosse extremamente sincero. – O encarei com atenção. – Você não gosta de sexo? – Eu estava realmente incomodada com tudo aquilo que estava rolando. Nossa sintonia no primeiro encontro não parecia mais existir e eu queria entender o porquê.

-Gosto. Ontem não transamos porque tínhamos comido, eu estava pesado.

Que desculpa mais deslavada!!! A pizza chegou bem depois do meu banho!!! Tivemos muito tempo para transar antes de comer, ele que não tomou nenhuma iniciativa para isso!!!

-Estou perguntando por que você é diferente de tudo que já tive. – Justifiquei.

Ele disse que nunca tinham falado isso para ele e ficou me olhando pensativo em silêncio. O incentivei a dizer o que estava pensando naquele momento, já que me encarava muito compenetrado, achando que viria algum comentário relacionado ao que estávamos falando, até que ele me solta:

-Do que você trabalha, mesmo?

O danadinho tirou o foco dele e jogou para mim! Fiquei mega constrangida com a pergunta inesperada e dei uma enrolada, repetindo o mesmo discurso fictício que eu já tinha lhe dito uma vez. Nesse momento fiquei super desconfiada que ele soubesse a grande verdade sobre mim. Sem contar que durante a manhã, eu tinha sonhado justamente com isso, com ele me dizendo: “Eu sei que você é puta”. Será que ele sabia?? Muita coincidência eu sonhar com aquela revelação e horas depois ele vir com uma pergunta dessas! Eu tive uma premonição?! Será que neste momento ele também está lendo isso??? 😱

Depois que respondi a sua pergunta, ele me abraçou de maneira carinhosa, como se dissesse: “Pobre alma, eu te absolvo dos seus pecados” e encerramos o assunto. Preparei panquecas para nós de café da manhã e ele foi escolhendo um filme para assistirmos. Me deu duas opções de escolha. Falou a sinopse de cada um e como nenhum me interessou, ele mesmo que escolheu, sendo um chamado: “O Limite da Traição”. Foi a minha vez de cochilar durante o filme. Adormeci com a cabeça deitada no seu colo. Acordei com aquele agito das cenas finais e… vocês não vão acreditar…!!! A personagem que se revelou vilã no final da história, se chamava Sarah Miller!!!! E quando o filme acabou, ele me solta essa:

É… Sara Miller era do mau…

Ele se referia a personagem do filme ou a mim?! Ouvir o meu pseudônimo saindo dos seus lábios me causou uma forte sensação de que ele sabia. Que ele sabia de toda a verdade sobre mim e que escolheu aquele filme de propósito. Sem contar que, enquanto eu preparava as panquecas, antes dele começar a procurar um filme, foi até a minha estante de livros e pegou justo o “Kama Sutra Moderno” para folhear! Será que, por acaso, ele também já tinha notado um outro com o título: “As Prostitutas na História” sobre aquelas prateleiras?! Gelei minha gente. Olhando para a tela da TV eu estava, olhando para a tela da TV eu fiquei. Começaram a subir os créditos e eu não disse nada perante o seu comentário suspeito.

Transamos mais uma vez e acabou sendo melhor que a primeira transa do dia. Daí ele se banhou e quis assistir outro filme, mas, voltou atrás e disse que talvez fosse melhor ir embora. Percebi que esperou que eu dissesse algo do tipo: “Tá cedo, fica mais”, porém eu tinha cliente mais tarde e fiquei com receio de que se ele não fosse embora naquela hora, eu não conseguiria me livrar dele para ir atender depois. Fiquei um tempo quieta refletindo, até que disse:

-É, eu poderia dar uma estudada também.

-Captei.

-Captou o que? Você que falou de ir embora primeiro. – Um ficou jogando para o outro o peso da sua partida. Fiquei com a sensação de que ele gostaria de ficar mais, mas talvez fosse só cena da parte dele.

Não saímos mais depois disso. No entanto, até hoje continuamos trocando mensagens. Conversas esporádicas. Às vezes ele parece continuar interessado, outras vezes não, como se eu fosse nada mais que um contatinho que ele quer manter para os momentos de insucesso nos seus outros esquemas. Isso me frustrou por um tempo – mais pela questão do ego, do que por ele ser o fodão, já que nem me come direito – , mas decidi que aos poucos irei cortando o contato.

Agora lhes pergunto: Será que ele sabe a verdade sobre mim? Ou tudo isso não passou de uma série de coincidências?

Vocês acreditam em coincidências?

Eu não.

Amiga 2:

Amiga 1:

Vamos fechar esta série com os comentários de vocês? 😃 O que acham disso tudo?? Será que ele sabe? Por que as vezes demonstra estar interessado e outras não? Por que esse desinteresse sexual? 🤔 Quero ler a opinião de vocês mais uma vez!!! ❤️

21 comentários em “O Perspicaz | Parte 5: O Príncipe Virou Sapo

  1. Querida Sara , acredito que ele não saiba e talvez isso seja paranoia sua , você tem uma vida secreta , e você sabe , não ele !!!
    Talvez ele se ache o foda demais, e que te fará de gato e sapato, já que vc está na dele, eu tinha uma pessoa assim, no início se empenhava e fazia o melhor sexo do mundo, depois que me teve, nem o basico fazia direito, esse tipo de gente é tóxica, nos trata como troféus.
    Você não está para ser só um contatinho, vc é O CONTATINHO , se fosse o meu pisaria em ovos.
    E como você mesmo disse, e como minha mulher sempre diz, é obrigação do homem chupar a mulher SEMPRE, toda hora a qq momento, antes durante e depois da transa, e até de surpresa em casa antes do banho e dps do banho. (kkkkk eu faço o dever)
    Beijos gatissima, se ele não quer , tem quem queira 😉

  2. Não acredito que ele saiba, é que quando se tem algo a esconder parece que o mundo conspira na direção da revelação desse segredo, e essa sensação é horrível. Outra coisa, desde o relato anterior eu já havia comentado contigo que esse sujeito não tem um sentimento legal por você, exemplo, um cara que ficou pouquíssimas vezes com uma garota e demora horrores para gozar já é sinal de que ele não está com muito tezão, e você sabe mais disso do que eu. O problema é a falta de sinceridade das pessoas durante as relaçôes interpessoais. E outra coisa, mas que coisa chata essa de só ficar dentro de casa vendo filme heim!!!! kkkk

  3. Bom dia
    Eu acho que ele sabia desde o segundo encontro,as vezes um amigo que ele contou sobre você te reconheceu e ele ficou perplexo com tudo. E te digo mais,ele pode gostar de você e ficou tentando achar o momento certo para tal pergunta. Eu acho que mesmo uma pessoa que não tenha interesse ela não muda tão rápido em dois ou três encontros,mas posso estar enganado com tudo, as vezes ele é só desinteressado mesmo e nasceu pra ficar só,eu mesmo as vezes acho que nasci pra não ter companhia e que traçarei meu caminho solo. Vou reler esses últimos contos novamente e ver se algo muda minha visão.
    Ah e eu acredito em coincidências e que nada acontece sem propósito.
    Tenha um ótimo dia

  4. Sara, a escrita reflete a personalidade do autor. E quando a escrita vem leve e suave, mostra que a pessoa que nos conta a história têm algo de diferente no brilho pessoal. No seu caso sei o quanto é charmosa, e isso reflete no seu texto que mostra um dom que quase dá para ouvi-la contando para nós, os leitores.
    E quando escreve, você se abre, e acaba deixando que entremos no seu mundo, e por isso sentimos a vontade de emitir opiniões.
    Bom não acredito, hoje, que ele saiba sobre você. Porém na cabeça dele, ele já havia a conquistado, e para piorar o cenário dele, você exigia uma vida sexual mais intensa que a dele, logo para ele era cômodo te colocar na geladeira, e quando ele estivesse precisando de um contato mais quente, lá estaria você. Mas parece que ele se enganou…
    Voltando para o texto, seu texto tem alma, e como diria Ricardo Belissimo: “… Um texto sem alma não se sustenta, não sobrevive. Não pode comover e, portanto, não pode criar nenhum laço minimamente catártico com o leitor” 
    Parabéns pelo texto!!!

  5. Oi Sara, tudo bem?
    Quer namorar comigo?😘
    Eu Não me importo com sua “vida secreta”, com o que você faz, sou cego para essas coisas, eu só vejo o coração, e o seu é lindo! Apesar de não ver o seu rosto e nunca ter estado com você…🙃
    Quando leio a descrição que você faz sobre si mesma e do que gosta…é como se eu estivesse diante de um espelho.
    Por hora, eu deixo uma pequenina parte do meu coração:
    https://youtu.be/f4dzzv81X9w
    Voce aceitaria conversar comigo…🙂
    PS: Gosta de signo? Sou áries com ascendente em escorpião, sou a chama ardente que não se apaga…ah, sexo, eu gosto antes e depois do café da manhã, no almoço, na sobremesa, no jantar e também gosto de assaltar a geladeira de madrugada…😀 (isso é sério).
    Linda!!!

  6. Nossa que reviravolta nessa historia hein, estou impressionado!
    Coincidências podem ou não existir, mas uma coisa é certa e verdadeira, o universo sempre manda “sinais”, e cabe a cada um que os receber interpretar a sua própria maneira.
    Ser ou não ser eis a questão: Se um príncipe pode ser transformado em um sapo, será que um sapo poderia ser transformado em um príncipe?

  7. Ele sabe? Ele não sabe? Eu acredito firmemente que não. E esse final só veio reforçar minha teoria de antes. Você é um vulcão tendo que segurar a própria erupção, ele é uma marola tentando ser tsunami. Se ele soubesse, e se fosse quem realmente sempre diz que era, se houvesse todo aquele fogo de verdade, ele não só teria aproveitado como já teria de revelado isso. Eu acho que temos aqui um meninão, que gosta de atenção, se acha o fodão, mas tem pouca noção da real sensação que é ter uma Sara Müller totalmente disposta a sua frente. Ele é um bebezão acostumado a ser procurado.

  8. Tenho que sair em defesa dos taurinos… essa falta de interesse em sexo é coisa dele… eu mesmo já bati umas 2 só pensando em você, usando essa tal melhor camisola…

  9. Oi… aqui estou eu outra vez, metendo (escolha errada de verbo?) a minha colher torta no seu conto/relato… mas vou melhorar com as preliminares, até porque eu as adoro…
    Sou ariano também, com ascendente em libra. Como todo ariano que se preza, gosto muito de sexo e gosto da troca, da posse, da entrega. Sei que sabe do que eu estou falando. Eu sou incapaz de gozar sem antes fazer minha mulher gozar… adoro olhar nos olhos dela quando goza e perceber aquele olhar desfocado, perdido, esgazeado do prazer, do abandono do corpo, da viagem ao Nirvana. Saber que fui eu que proporcionei aquelas sensações para ela me enche de tesão, me dá um prazer real. Isso tudo apenas para dizer que ritmos são importantes e quando o ritmo entre os dois é muito diferente a coisa não rola legal! É como um par em que um estivesse dançando axé super saltitante e o outro afim de um bolero dois pra lá dois pra cá…não vai dar liga.
    Ficou para mim a sensação que ao final a questão principal, entretanto, não foi a do ritmo, foi a do conhecimento. E é aí que eu quero colocar meus dois centavos…
    Deixo claro que eu só conheço você pelas fotos… nunca tive o prazer de conhecer você biblicamente…adoraria mas tenho que tomar cuidado porque me conheço e existe em você um potencial enorme de perigo real e imediato (para plagiar um nome de filme…) que me inibe a iniciativa.
    Vamos supor, para nossa análise, que ele não soubesse sua linha de trabalho. Um cara solteiro, aparentemente bem de dinheiro, que nunca tenha olhado um site de acompanhantes em São Paulo é uma raridade! Possível? Sim, é possível… mas é pouco provável, não acha? Você, sem qualquer duvida, se destaca nesse universo pasteurizado de mulheres siliconadas e bombadas. Sua figura longilínea, de seios naturais e especialmente sua boca ( menina, que boca você tem!) fazem possível que, se ele tivesse passeado por algum site ou recebido uma dica de um amigo (da onça, certamente), ele tivesse identificado você ou pelo menos desconfiado de alguma coisa. Qual a chance? Não sei precisar, mas existe a possibilidade, concorda?

  10. Vamos então partir dessa possibilidade: ele sabe de alguma coisa. Nesse caso ele deixou várias pistas esperando algo, concorda? Levantar questões que nada têm a ver com um relacionamento em sua fase de descoberta inicial, como grana pra comprar um apartamento (que diabo isso tem a ver?) e o ápice: um filme onde a vilã se chamava Sara Müller… e a frase que Sara Müller era do mal, querem dizer o quê?
    Ele esperava uma confissão arrependida, de uma contrita pecadora arrependida que se abrisse para ele e lhe permitisse a redenção dessa ovelhinha desgarrada… essa confissão não veio e ele se desiludiu. Babaca? Sem dúvida! Inadequado? Total! Mas possível? Sim!
    Pessoas que se colocam nessa posição sempre nos desiludem e se desiludem! Somos complexos demais para podermos nos rotular em poucos contatos, mesmo os mais íntimos!
    Por outro lado, se ele queria algo mais real, a falta da transparência pode ter inibido o desenvolvimento da relação. E pode ter impedido que ele também se abrisse sinceramente com você, inclusive numa pergunta tão explícita quanto a que você fez! Independente de signo, homem algum gosta de ser confrontado com a realidade de que a sua parceira seja mais sexual que ele!
    Por outro lado, se ele sabia, perdeu a oportunidade real de desfrutar de toda a delícia desse conhecimento. Que ele quis provar quando posou de dono do pedaço depois da peça, mas não encontrou ressonância.
    Vou abrir um parenteses aqui para dizer que uma vez eu e relacionei muito profundamente com uma GP. Foram dois anos deliciosos de muito amor, muito sexo e muita cumplicidade. E quero deixar aqui também meu depoimento nesse sentido. Nunca em toda a minha vida tive uma mulher tão fiel, tão dedicada e tão gostosa! E só não estamos juntos até hoje porque minha profissão me levou para longe e a relação não resistiu – acho que por minha culpa – à distância. Eu a guardo num recanto muito especial de meu coração e de minha alma! Drika, se um dia você ler isso saiba que ainda mora aqui!
    Isto posto, volto ao principal, que é minha conclusão: nesse caso ele também foi um babaca!
    Portanto chegamos ao fato final: esse cara é um babaca. Está mantendo vc como contato e mandando mensagens para que? Ele quer ter Sara Müller entre seus contatos, talvez para mostrar para os amigos. A atriz poderosa, a mulher do site, que ele come e que pode comer de novo, quer ver como ela me responde? Babaca de carteirinha!
    Acho que a melhor coisa é sair fora! Fica a dica!
    Beijo grande e apaixonado por essa mulher tão interessante que voc

  11. Ele sabe!
    E isso pode exatamente fazer ele perder o interesse sexual em alguns momentos, por ele gostar de você; sabe por que?? Por que ele fica imaginando se com os clientes vc age da mesma forma, na conversa, no contato, no sexo, na vontade, nas caras e bocas, no gemido, etc… E isso mexe com a cabeça!

    Obs: namoro uma acompanhante, portanto, sei o que é todas essas sensações que, nem sempre sao faceis de lidar na nossa mente.

  12. Sara ! Vc está precisando conhecer um aquariano!! Hahaha esse cara aí é muito estranho.
    O cara só sabe ver filme.. eu adoro ver filmes mas mudar o programa as vezes eh bom. Ir a restaurantes, bares, shopping , etc.
    Sinceramente acho q ele não sabe da sua profissão!! Mesmo com a coincidência mortal da personagem do filme.
    Acredito que sua preocupação exagerada em ele descobrir sua “vida secreta” faz com q vc sempre esteja pensando que ele sabe de algo.
    Mas de fato.. após esse relato pude perceber que o cara não combina muito com vc. A pegada dele parece muito pacata e morna. Vc é mais intensa! Não deu liga! Infelizmente!!

  13. Muito boa as sua historias e posts!
    Essa sua historia é o tema da musica “Supera” da Marilia Mendonça, voce poderia ter inserido o clip dela ai no seu post pra dar aquele clima.
    Minha cara quanto a parte afetiva sugiro que a mesma Marilia Mendonça tenha a soluçao pra vc, recomendo o “Some que ele vem atras” 😉
    Brincadeiras a parte é vida que segue e torço pra vc encontrar a sua metade.

  14. Sara, faz tempo que não escrevo nada por aqui, não? o tempo é luxo que não ando dispondo…li todos os relatos na sequencia, e te passo minhas impressões por e-mail, pq o texto (provavelmente) vai ficar muito grande…vc sabe quanto que escrevo em nossas mensagens, né? Agora, um pequeno “spoiler” concordo com o que foi dito na questão do oral! rsrs! Bjos!

  15. Nossa!! Cada vez me surpreende mais. Cada relato e história é único, provocando desejos, inspirações e ideias q ñ cabem aqui, talvez çn seja o local apropriado rs. A descrição detalhada faz pensar como se estivesse na história. Pelo relato ele não sabe a sorte de sair com uma mulher decidida…culta…inteligente…extrovertida…engraçada e sexy, mto sexy, mulher q esbanja sensualidade e safadeza…difícil de encontrar hj em dia(ô lá em casa! rs).
    Vc fez o q podia, infelizmente ñ foi correspondida…acontece. Ele já deve estar em outra e vê o sexo como um objeto, um fim, qnd deveria ser um meio…beijos…carícias…preliminares…sexo…são partes de um td maior q 1 indivíduo apenas, por isto q é feito a 2 por 2, somas de 1 q se tranformam em um conjunto, pena q mtos homens e mulheres ñ sabem isso…com certeza vai encontrar outro q te valorize…. q corresponda e transforme o sexo numa troca de 1 + 1, no total de 2 juntos em momento especial para ambos.
    bjos…até próximo relato q espero ansiosamente.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.